Alto Tietê chega à marca de812 mortes por coronavírus

O Alto Tietê atingiu ontem a marca de 812 pessoas mortas por coronavírus (Covid-19), informou o levantamento diário realizado pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) em conjunto com as secretarias de Saúde da região. O número é o equivalente a quase 12 ônibus municipais com a capacidade máxima. Desta vez, as cidades de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Santa Isabel e Suzano foram as que registraram falecimentos ontem em razão da doença, totalizando 21 casos. Além do número regional, algumas marcas particulares também foram ultrapassadas neste último levantamento, como os 3 mil infectados pela doença em Mogi, e os 101 mortos em Ferraz.

Voltando à situação do Alto Tietê como um todo, Arujá confirmou a morte de uma mulher, de 89 anos, enquanto Santa Isabel registrou o falecimento de um homem, de 77. Ferraz de Vasconcelos e Poá revelaram morte de duas pessoas cada. Na primeira cidade as vítimas eram uma mulher e um homem com 46 e 72 anos, respectivamente; em Poá ambos os mortos eram homens, em tinham 88 e 93 anos. Em Suzano foram três falecimentos confirmados, dois homens e uma mulher entre 70 e 85 anos, o que fez a cidade alcançar os 143 casos fatais da doença.

Com três mulheres e um homem, entre os 61 e 94 anos, nos registros atualizados de mortes por coronavírus, Mogi chegou ontem às 206 vítimas fatais, acompanhada de perto por Itaquá, que confirmou ontem oito vítimas fatais, sendo sete homens e uma mulher que tinham entre 36 e 80 anos. Com esse acréscimo, o município chegou à marca de 164 moradores que sucumbiram à doença.

São justamente estes três municípios que detêm a maior quantidade de falecimentos por coronavírus. Somados, são 513 mortos pela doença, ou seja, 63,1% dos casos foram nas três cidades vizinhas. Antes da atualização do Condemat, Itaquá, Mogi e Suzano eram as únicas a ultrapassar uma centena de mortos, porém, Ferraz atingiu essa marca ontem.

Infectados

Em relação ao número de infectados, Mogi confirmou 3.037 casos, enquanto Suzano afirmou que 2.265 testaram positivo para a doença, número pouco acima de Itaquá, que confirmou 2.041 moradores que contraíram Covid-19. As três também são as únicas a superar a marca de mil pessoas infectadas, até ontem.

Recuperados

Apesar dos números cada vez mais altos, há o que se comemorar, uma vez que 5.985 moradores da região conseguiram se curar do coronavírus. A maioria está em Mogi (1.987) e Suzano (1.310). Itaquá confirmou que 702 pessoas não estão mais com a doença.