Identificação por biometria é excluída da eleição deste ano

No Alto Tietê, cinco cidades teriam a leitura digital obrigatória na votação de 2020
No Alto Tietê, cinco cidades teriam a leitura digital obrigatória na votação de 2020 - FOTO: Divulgação
A identificação biométrica foi excluída das eleições municipais de 2020 como medida de prevenção à Covid-19. A decisão tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na última terça-feira, segue recomendações médicas e sanitárias. Assim, os eleitores de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Salesópolis e Santa Isabel, cidades onde o cadastramento biométrico foi obrigatório, serão identificados da forma tradicional.

Agora, no momento da votação, os eleitores dos cinco municípios do Alto Tietê e de outras 581 cidades paulistas deverão assinar no caderno de votação após apresentarem um documento de identificação com foto.

A decisão de excluir a biometria das eleições se baseou em dois fatores: a identificação pela digital pode aumentar a probabilidade de infecção, já que o leitor biométrico não pode ser higienizado com frequência; e pode gerar filas maiores, aumentando as aglomerações, pois uma parcela das pessoas tem dificuldade com a leitura das digitais.

A Justiça Eleitoral, em parceria com infectologistas, está definindo estratégias para proporcionar a maior segurança possível a todos os eleitores, mesários e demais colaboradores.

O assunto será incluído nas Resoluções do TSE para as Eleições 2020, que serão expedidas no mês de agosto, após o recesso do Judiciário.

O prazo limite para o cadastramento da biometria nas cinco cidades do Alto Tietê expirou em 19 de dezembro e cerca de 16% do total de eleitores destes municípios, ou 104 mil pessoas, não realizaram o procedimento e devem ter tido o título de eleitor cancelado.

O município que possui maior número de cadastros proporcionais ao número de eleitores é Salesópolis, onde 78,7% (cerca de 11,9 mil eleitores) já se cadastraram e não correm risco de ter o título cancelado. Na outra extremidade, aparece Poá, com o menor percentual de procedimentos realizados, 67,7% (63.871 poaenses) eleitores cadastrados.

Em Mogi das Cruzes e Suzano, o procedimento ainda não é obrigatório, mas, mesmo assim, em ambos municípios, mais da metade da população já se cadastrou. Em Mogi, 184.727 dos 315.489 (58,5%) dos votantes se adiantaram e fizeram a biometria. Em Suzano, a situação é parecida, já que 110.543 dos 215.434 (51,3%) da população apta a votar realizou o procedimento.

TRE CONVOCA 20 MIL MESáRIOS

Cerca de 20 mil moradores do Alto Tietê foram convocadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) para atuar como mesário nas próximas eleições. Os mesários já estão sendo convocados por e-mail e pelo aplicativo WhatsApp, novidade neste ano. Os cartórios têm até o dia 16 de setembro, conforme a Emenda Constitucional, para convocar os cidadãos que atuarão como membros de mesas receptoras de votos e de apoio logístico para o primeiro e segundo turnos, onde houver.

Para ser válida a convocação on-line, o destinatário deve confirmar de forma expressa o recebimento da mensagem em até três dias úteis. O procedimento será realizado em cada cartório eleitoral, por meio de perfis institucionais criados pelo TRE-SP.

A prioridade, segundo o órgão, é que o procedimento seja feito on-line, sendo possível, entretanto, o envio de correspondência simples e o cumprimento de mandado por oficial de justiça, quando frustradas as tentativas por mensagem eletrônica ou instantânea.

A nova forma de convocação dos mesários prevê, entre outros benefícios, uma maior satisfação dos eleitores, já que estão dispensados de comparecer ao cartório. O TRE prevê convocar 343.616 mesários e 87.864 apoios logísticos para trabalhar nas eleições. O cidadão que deseja trabalhar como voluntário pode se inscrever no site www.tre-sp.jus.br. (F.A.)

Deixe uma resposta

Comentários