Começa 3ª fase da entrega de kits com alimentos da região

Cestas entregues às famílias carentes contêm hortaliças, frutas e legumes
Cestas entregues às famílias carentes contêm hortaliças, frutas e legumes - FOTO: Divulgação/PMMC
A terceira etapa do projeto que garante a entrega de kits compostos por alimentos da agricultura local para famílias em situação de vulnerabilidade da cidade começou ontem. Até o dia 29 de julho, serão 28 entregas em entidades e equipamentos sociais identificados pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que se responsabilizam na sequência pela distribuição às famílias. Ao todo, serão mais 2,5 mil kits entregues nesta fase.

O projeto é mais uma ação da Prefeitura de Mogi das Cruzes em apoio aos produtores rurais e às famílias que sofrem os impactos da pandemia. A ação partiu do projeto Quitanda Social, foi discutida no Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e conduzida pela Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável, do governo do Estado.

A iniciativa foi possível a partir de um recurso de
R$ 1 milhão da Fundação Banco do Brasil e a gestão está sendo feita pela Cooperativa dos Produtores Rurais de Jundiapeba e Região (Cooprojur). A operacionalização, compra dos produtos e distribuição é feita de forma conjunta entre a Cooprojur, Agricultores do Quatinga, Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) e Secretaria de Assistência Social.

A identificação das famílias a serem beneficiadas com os kits foi feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do programa Acessuas/Conduz. A entrega teve início em maio e serão distribuídos, ao todo, 10 mil kits para entidades e equipamentos sociais, que farão o encaminhamento para as famílias referenciadas. Na primeira e segunda etapas, foram 5 mil kits distribuídos e agora, com a terceira fase, o número chegará aos 7,5 mil.

Oitenta produtores locais de itens como frutas, legumes e hortaliças são beneficiados pela ação. Os kits são compostos também por alguns produtos não perecíveis, como arroz, feijão e açúcar, que estão sendo adquiridos de pequenos estabelecimentos e de outras cooperativas, como forma de incentivar o comércio local.

Só ontem, foram 407 kits entregues, em cinco entidades. As entregas são sempre realizadas no período da manhã e as próprias entidades, a partir das 11 horas, cuidam da distribuição entre as famílias. Hoje, estão programadas mais cinco entregas, de 421 kits.

Apoio ao produtor

Para atender os agricultores que enfrentam dificuldades devido à pandemia, a Prefeitura de Mogi das Cruzes conta com a plataforma Agrigu - Mogi é Agro, em que feirantes, varejistas, atacadistas, produtores rurais e mercadistas comercializam seus produtos de forma on-line, pelo site www.agrigu.com. A iniciativa é fruto de uma parceria da Secretaria Municipal de Agricultura e do Polo Digital de Mogi das Cruzes, que adequou a plataforma, elaborada pela startup Agrigu, para atender a necessidade da cadeia produtiva e de abastecimentos da cidade.

Deixe uma resposta

Comentários