Quase 200 pacientes estão internados por coronavírus

Mogi das Cruzes possui o maior número de internações em decorrência do coronavírus (Covid-19) no Alto Tietê. Segundo dados levantados pela reportagem, até a terça-feira passada, 194 pessoas estavam internadas nos hospitais do município, mais da metade do que o observado em toda a região. Deste total, 65 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 129 em leitos de Enfermaria. No Hospital Municipal de Braz Cubas, 52 pacientes estão internados com os sintomas da doença, sendo 24 na Enfermaria e 28 na UTI; 38 no Hospital Luzia de Pinho Melo, com 32 na Enfermaria e seis na UTI e 31 no hospital de campanha. Os demais pacientes estão em unidades particulares, como o Hospital Santana.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o contrato para o funcionamento do hospital de campanha era válido até 7 de agosto, mas o Comitê Gestor do Coronavírus decidiu prorrogar para até o dia 31 do mesmo mês para garantir eventuais atendimentos necessários. Desde a abertura, 358 pessoas já foram atendidas no local.

No Alto Tietê, contando com Mogi, os cinco municípios mais populosos registraram 361 internações. Os dados foram coletados junto à Secretaria de Estado da Saúde, secretarias municipais de Saúde e hospitais privados da região.

Depois de Mogi, Itaquaquecetuba apresentou o segundo maior número, 62 pacientes em leitos de Enfermaria e 18 na UTI. O Hospital Santa Marcelina recebe a maioria das internações da cidade; 70, de acordo com a última atualização. Itaquá também instalou um hospital de campanha na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Sadako Sedoguti, que conta com dez pacientes, todos em leitos de Enfermaria.

Em Suzano há 36 internações em leitos públicos e 11 em hospitais particulares. O total de casos está dividido em 27 ocupações na Enfermaria e 20 na UTI. No Pronto-Socorro (PS) Municipal há 12 internações, 24 no hospital de campanha e 11 pacientes no Hospital Santa Maria.

Já Ferraz de Vasconcelos revelou ter 30 ocupações no total, sendo 20 em leitos de Enfermaria e dez na UTI. Os pacientes estão divididos entre o Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho (14) e o hospital de campanha (16). Entre todas as cidades, Poá informou o menor número de internações. No hospital de campanha oito pacientes ocupam leitos na Enfermaria e apenas dois na UTI.

Plano São Paulo

A ocupação média dos leitos de UTI para Covid-19 da rede estadual na região está em 56,6%, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. O total de ocupação é de 65%. O índice é um dos principais indicativos para classificação de fases no Plano São Paulo, que avalia a retomada de setores da economia. Amanhã o governo do Estado de São Paulo apresentará um novo panorama para anunciar se as cidades da região continuam na fase amarela ou avançam para a fase verde.

*Texto supervisionado pelo editor.