Plano SP tem nova avaliação;internações mantêm declínio

O governo do Estado realiza hoje mais uma atualização da classificação do Plano São Paulo, que regra e autoriza a retomada gradativa da atividade econômica estadual.

Importantes indicadores considerados no Plano São Paulo se mostraram positivos na região do Alto Tietê, como a queda na quantidade de internações em decorrência da Covid-19. Na última semana, 596 pessoas foram internadas nos municípios englobados na Grande São Paulo Leste, inclusive Guarulhos, sendo que na atual semana, ou seja, nos últimos sete dias, 488 internações foram registradas, uma variação negativa de 18,1%.

Na atualização mais recente do governo do Estado, com os dados do dia 22, 130 pessoas estavam internadas nos hospitais estaduais que atendem Covid-19 na região, sendo 54 pacientes em sete municípios do Alto Tietê, e o restante (76) no município de Guarulhos que, a título de avaliação estadual, também é considerado para análise dos indicadores do Plano São Paulo.

Alguns expoentes da política regional defenderam a manutenção da região na fase amarela do programa estadual, ponderando a aparente estabilidade nos indicadores do novo coronavírus e a retomada da economia. O próprio secretário de Saúde de Mogi das Cruzes, Henrique Naufel, comentou que, com os atuais indicadores, a fase amarela é cabível e que é preciso permanecer um período nesta etapa para constatar, com maior clareza, as variações na curva de novos casos e óbitos, influenciadas pela maior movimentação de pessoas nas ruas.

Os indicadores da região continuam estáveis, com 64% de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de 55,3% na enfermaria, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. A vinda dos novos respiradores influencia na quantidade de ocupação dos leitos, que aumentarão na região com a chegada desses seis equipamentos (três para Mogi e três para Itaquá). A ocupação é um dos pontos analisados pelo governo do Estado para a evolução ou retrocesso dentro do Plano São Paulo - que determina a abertura do comércio e o horário de funcionamento dos estabelecimentos.

Neste mês, o governo do Estado oficializou o encaminhamento de outros dez respiradores ao Hospital Estadual Doutor Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, em Jundiapeba. Apesar do município estar suportando bem os casos de internação, o objetivo é manter uma "reserva estratégica" para que não haja o risco de uma superlotação. O Estado também confirmou ontem que a ativação dos leitos criados com a destinação dos equipamentos ao Hospital Arnaldo Pezzuti continua condicionada à alta de ocupação de leitos no Alto Tietê, o que não ocorre neste momento.

Guarulhos

A cidade, que é analisada junto ao Alto Tietê, tem mais de 12,6 mil pessoas infectadas pela Covid-19 e está próxima dos mil óbitos. Com taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 próxima a 70%, há mais de dez dias a cidade atingiu 87% de taxa de cura da doença, percentual que vem se mantendo com pequenas oscilações.

 

Deixe uma resposta

Comentários