Obras de saneamento básico somam mais de R$ 17 milhões

O prefeito Marcus Melo vistoriou ontem as obras de esgotamento sanitário em Jundiapeba e Nova Jundiapeba. A Prefeitura e o Semae estão investindo mais de
R$ 17 milhões em saneamento no distrito, com melhorias no abastecimento de água e na modernização e ampliação do sistema de coleta e tratamento de esgoto.

Somente no esgotamento sanitário, são R$ 9,5 milhões, com recursos do governo Federal. O projeto representará um aumento de 6,9% no volume de esgoto tratado na cidade, passando dos atuais 61% para 67,9%. Especificamente em Jundiapeba e Nova Jundiapeba, o índice será superior a 90%, tanto coleta quanto tratamento. A previsão é concluir os trabalhos em 2021.

"Estamos realizando o maior investimento de saneamento da história de Jundiapeba, com 15 quilômetros de redes de esgoto, ampliação e modernização da Estação Elevatória da rua Indonésia e um novo reservatório de água", disse o prefeito.

Também para melhorias no sistema de coleta e tratamento de esgoto o Semae iniciou as obras de reforma e modernização da Estação Elevatória de Esgoto Indonésia. A unidade, que é a principal estação de bombeamento de esgotos de Jundiapeba, passa por readequações estruturais, obras civis e melhorias nos sistemas elétrico, hidráulico e mecânico.

O investimento total, incluindo a construção de rede de recalque e muro de gabião, é de cerca de
R$ 4,3 milhões. A reforma ampliará em mais de cinco vezes a capacidade de bombeamento de esgoto: passará dos atuais 50 litros por segundo para 272 litros por segundo.