Guerrinha e Góes são os melhores da temporada

Diretoria do Mogi terá de se esforçar para manter o melhor comandante
Diretoria do Mogi terá de se esforçar para manter o melhor comandante - FOTO: Mariana Acioli
A equipe do Mogi Basquete saiu orgulhosa da Festa dos Melhores do Ano, ocorrida na noite de sexta-feira passada, com transmissão pelo Facebook. O técnico do Mogi Basquete, Jorge Guerra, o Guerrinha, comemorou o inédito prêmio de melhor técnico do ano do Novo Basquete Brasil (NBB), concedido pela Liga Nacional de Basquete (LNB), enquanto o ala André Góes foi premiado como melhor ala.

Esta foi a primeira vez que o técnico Guerrinha recebeu a honraria de 'Técnico do Ano - Ary Vidal', após sete indicações.

"Foi uma temporada fantástica. Desde o início, com muitas dificuldades. A comissão técnica muito unida, a equipe dentro da quadra, o Fúlvio com a liderança dele e o André (Góes), sempre nos ajudaram nas dificuldades. Agradeço a equipe, a todo tempo resolvendo problemas. Conseguiu passar uma mensagem legal, um time sem estrangeiros, com restrições, mas sempre levando o Mogi a ser muito competitivo", discursou, durante a permissão.

Melhor ala

Com médias de 14,6 pontos, 5,9 rebotes, 3,7 assistências e 16,8 de eficiência, o ala André Góes, foi eleito como Ala do Ano. Góes, que vestirá a camisa de Franca na próxima temporada, também foi indicado ao prêmio de 'King of The Season ("MVP", Jogador Mais Valioso), mas não foi escolhido.

Apesar de sofrer com uma série de jogadores lesionados, Guerrinha comandou o time à semifinal do Campeonato Paulista, às quartas de final da Champions League Américas e manteve o clube entre os quatro melhores no NBB durante boa parte do campeonato, encerrando em quinto lugar, com 26 jogos e 16 vitórias.

Futuro

Sobre sua continuidade na equipe mogiana na próxima temporada, Guerrinha afirmou que se coloca à disposição do clube, ciente das dificuldades financeiras da equipe mogiana. "Eu estou aqui para ajudar o time nessa temporada", resumiu o treinador mogiano. "Mogi é um produto fantástico no basquete, a logística é maravilhosa, perto de tudo, tem um ginásio particular que, para mim, é o melhor. Tem uma torcida apaixonada", completou, agradecendo e cobrando a diretoria do clube. "A gente espera que o Nilo (Guimarães, secretário municipal de Esportes e gestor da equipe) consiga montar um bom elenco para esta próxima temporada".

Outros destaques

O armador Alexey Borges também esteve na disputa de 'Melhor Sexto Homem' pela segunda vez consecutiva, mas foi superado por Leo Demétrio, do Flamengo. O ala Danilo Fuzaro marcou presença no Quinteto de Defesa Ideal, que também teve Alex Garcia, do Minas (eleito o melhor defensor do NBB), Jimmy Dreher, do Franca (ex-jogador do Mogi Basquete), Rafael Mineiro, do Flamengo e Henrique Coelho, do Botafogo.

Os premiados foram escolhidos por capitães, técnicos e assistentes dos 16 times do NBB, imprensa, personalidades e staff da Liga Nacional de Basquete.