Triste marca

Mogi das Cruzes chegará nesta semana à triste marca de 200 mortes em decorrência da Covid-19. Antes de qualquer argumentação acerca do tema, fica os votos de profundo pesar do Grupo Mogi News a todos os familiares que perderam seus entes queridos, em Mogi das Cruzes e demais cidades do Alto Tietê, na luta contra a devastadora doença.

Em âmbito municipal e em paralelo com a realidade do Alto Tietê, ainda há questionamentos, entretanto, passados quatro meses que o sinal de alerta começou a ser tocado na região, a medida que o tempo passa, as dúvidas sobre as ações promovidas pelo poder público começam a ser respondidas: foram elas suficientes? Os municípios do Alto Tietê estariam contabilizando mais de 750 mortes, caso algo diferente fosse realizado?

Mesmo ainda sentindo os efeitos avassaladores causados pelo novo coronavírus, especialistas confirmam a excelência na tomada de decisões dos poderes públicos municipais. Desde a ampliação de leitos, criação de um grupo de trabalho que fale a mesma língua (Comitê Gestor), no caso de Mogi das Cruzes; atenção aos movimentos da doença no município e região, tudo isso foi determinante para frear a pandemia, na medida do possível. Até para a oposição, em ano eleitoral, os argumentos são escassos quando colocados frente a frente à ciência.

Isso não significa, no entanto, que todas as medidas tomadas são intocáveis e que não há pontos questionáveis nas ações praticadas pelas administrações municipais no controle da pandemia. Em Mogi, a construção do Hospital de Campanha para 200 vagas, quando não se chegou nem à metade de ocupação, é um destes argumentos. Sim, é melhor prevenir do que remediar, mas, com o dinheiro público, tal pensamento é temerário. Mas, em resumo, fica o sentimento de um trabalho bem executado e que vem salvando muitas vidas.

Todos torcem para que a previsão de diminuição no número de óbitos, daqui para frente, se confirme. Com o sistema de saúde razoavelmente estabilizado, as ações da população no início do "novo normal" serão determinantes para um quadro cada vez melhor.