Inteligência artificial e o homem

Caros cidadãos e profissionais de todas as áreas preparem-se! É o mundo de velocidade que chegou. Imaginem quanto demorou para que Cristóvão Colombo e Pedro Álvares Cabral viajassem às Américas? Entretanto, hoje se fala em tempo real com qualquer parte do mundo.

A inteligência artificial, os robôs e as tecnologias avançadas dominaram profissionais, empresas, prestadores de serviços e até os lares. É a quarta ou quinta revolução industrial, como dizem. Uma loucura o que está acontecendo, mas considerando que a mente humana não utiliza nem 1% do seu potencial, embora alguns cientistas dizem que não chega a 10%.

Considerando o que se fala de inteligência artificial e robotização, o mundo está passando por profundas transformações, principalmente neste momento da pandemia. Pessoas estão em sem trabalhar, outras em home office, crianças recebendo aulas por vídeos, as contas podem ser pagas pelos celulares e as compras de supermercados e farmácias estão na faixa do delivery. Na advocacia, por exemplo, quando se deu inicio aos processos eletrônicos, alguns advogados não conseguiam trabalhar com o novo sistema.

Os veículos eletrônicos e elétricos já são realidades e, em pouco tempo, não se utilizará mais combustível líquido. Quando se começar a utilização da energia solar sobrará água em todo o planeta. Os países que vivem de petróleo terão que buscar outros meios para sobrevivência. Quanto aos bancos, em poucos anos haverá somente caixas eletrônicos, tudo será feito por internet. Em hospitais há cirurgias feitas por robôs. Pensem! Em alguns anos os veículos particulares serão produzidos para apenas uma pessoa. No futuro o marido terá uma esposa robô e a esposa terá um marido robô, assim não haverá brigas, divórcios e pagamentos de pensão. Com o poder da mente o homem poderá fazer muito mais, desde que perceba e não se sinta maior do que Deus. E não utilize a tecnologia para escravizar os outros.