Mais um passo

Como bem determina a cartilha da caminhada com solidez e segurança, o Alto Tietê deu ontem mais um passo no acidentado percurso para a retomada econômica. Durante a entrevista coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes, a secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, creditou à estabilização dos índices de ocupação de leitos hospitalares na região, no transcorrer das últimas semanas, a liberação para o avanço dos municípios do Alto Tietê para a fase amarela do Plano São Paulo, a terceira na escala de flexibilização dos setores não essenciais.

Assim, a partir de segunda-feira, bares, restaurantes, salões de beleza e academias de poderão reabrir as portas seguindo os protocolos pré-determinados: horário restrito a seis horas de atividade, disponibilização de álcool em gel para o público, distanciamento físico entre os frequentadores e limpeza regular de espaços e aparelhos de uso coletivo. A medida também amplia de quatro para seis horas o funcionamento de lojas de rua e shoppings a partir de segunda-feira, que já estavam liberados para trabalhar.

Depois de um mês na fase laranja do programa estadual, os números relativos ao coronavírus na região mostram um quadro estável. O índice de ocupação de leitos Covid caiu de 74% no dia 10 de junho para 59% ontem, enquanto o coeficiente de uso de leitos por 100 mil habitantes subiu de 13,6 para 15,6 no mesmo período. Houve uma pequena queda na taxa média de isolamento social, de 46% para 43%, justificada pela reabertura de parte do comércio nas cidades. Porém, o número de mortes por Covid-19 continua elevado, reflexo das altas de internações há duas semanas.

A próxima etapa no Plano São Paulo é a fase número quatro, quando serão liberados, ainda com restrições, parques e eventos sem aglomeração de pessoas. Pelo cronograma que está sendo seguido pelo Estado, isso pode ocorrer no início de agosto. Neste período, as cidades do Alto Tietê precisam manter o sinal de alerta ligado e dar continuidade na fiscalização dos setores liberados e no cumprimento das regras de proteção. Unidos e com o mesmo propósito, os municípios rumam ao verde.

Deixe uma resposta

Comentários