Moléculas de água são descobertas na Lua

Dois estudos publicados na "Nature Astronomy" nesta semana apontam para a presença de água na Lua, numa descoberta que tem grande impacto nas futuras missões ao satélite e também a Marte

Uma das novas pesquisas é baseada em observações feitas no Observatório Estratosférico de Astronomia Infravermelha (Sofia, na sigla em inglês) - um observatório aéreo capaz de análises em comprimento de onda que consegue detectar a 'assinatura' específica do H2O que não é compartilhada por outros compostos de hidrogênio e oxigênio.

Casey Honniball e colegas descobriram que a água está presente em altas latitudes ao sul, num volume que seria de 100 a 400 partes por milhão. Os autores sugerem a água estaria armazenada em grãos da superfície lunar, devidamente protegida das duras condições ambientais.

Um outro estudo, assinado por Paul Hayne e colegas, examinou a distribuição de áreas que estão sob sombras, onde a água poderia estar congelada. (E.C.) 

Deixe uma resposta

Comentários