Polícia investiga ação do PCC nas eleições

A Polícia Civil de São Paulo investiga a possível atuação do Primeiro Comando da Capital (PCC) nas eleições municipais. No alvo dos investigadores está a possibilidade de a facção usar seu poder para impedir que candidatos possam fazer campanha em comunidades dominadas por criminosos.

O Estadão apurou que há relatos de ameaças nas regiões de Campinas e da Baixada Santista. O inquérito foi aberto pelo Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Por enquanto, a inteligência da polícia não detectou nenhum texto que tenha saído da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau com ordem da cúpula da facção para intervir no processo eleitoral. Mas não descarta que bandidos tenham iniciativas locais de acordo com seus interesses, como em Arujá, na Grande São Paulo, onde o megatraficante de drogas Anderson Lacerda Pereira, o Gordo, financiou a campanha da chapa vencedora em 2016 para depois se apoderar dos serviços da cidade. (E.C.) 

Deixe uma resposta

Comentários