Governo não planeja prorrogação até 2022

O vice-presidente Hamilton Mourão negou ontem que o governo planeje prorrogar a Lei da Garantia e da Ordem (GLO) na Amazônia até 2022. Na segunda-feira, ele havia afirmado que a GLO, que autoriza o empenho das Forças Armadas na região, seria prorrogada até abril de 2021. Mourão ressaltou que as Forças Armadas entendem que a partir da data os órgãos fiscalizadores devam assumir as ações na região.

O vice disse que o seu compromisso com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, até o momento, é manter as atividades da Operação Verde Brasil 2 até abril.

Questionado se órgãos fiscalizadores, como o Ibama e ICMBio, seriam capazes de recompor seu efetivo para assumir as ações, Mourão opinou que uma alternativa mais barata pode ser encontrada até abril de 2021. "Pode não ser possível recompor (o efetivo), mas ter uma outra linha de ação, mais barata, vamos dizer assim, que caiba no nosso bolso, para que a fiscalização continue intensa". (E.C.)

Deixe uma resposta

Comentários