Mogi tem 24 partidos para a disputa da eleição deste ano

Até ontem, havia 584 candidatos registrados em Mogi
Até ontem, havia 584 candidatos registrados em Mogi - FOTO: Mogi News/Arquivo
As eleições em Mogi das Cruzes estão sendo disputadas por 24 partidos. São 584 interessados no cargo de vereador, mas a distribuição de candidatos por partido não é proporcional, alguns concorrem com mais de 30 nomes por chapa como o PSDB (35) e PT (32). Outros, disputam pelo mesmo objetivo com bem menos participantes como o PP (3) e UP (2).

Segundo os integrantes de partidos, essa diferença se dá por vários fatores, entre eles a tradição da legenda na cidade, requisitos para seleção de candidatos e até mesmo avaliação do candidato a prefeito.

Para Daniel Teixeira de Lima, secretario geral do PSDB em Mogi e Alto Tietê, o número de candidatos concorrendo pelo partido pode ser explicado por anos de consolidação na cidade. "O PSDB está no Executivo há quase duas décadas, esse tempo nos deu a possibilidade de mostrar que sabemos governar. Nosso atual prefeito também vem sendo bem avaliado então é natural termos uma grande procura de interessados", explicou.

Lima informou que o eleitor tem aprovado a gestão do partido. "Somos avaliados a cada quatro anos e os resultados das eleições mostram que o mogiano sabe que está em boas mãos. O PSDB é um partido que ouve sempre a população e isso é o que nos faz mais fortes".

Atualmente o maior partido de oposição em Mogi é o PT e para seu presidente, Alexandre Girolamo de Almeida, esse tamanho se deve a adesão do partido na periferia. "Estamos tendo uma ressonância com a periferia muito forte. Nosso partido cresce porque o atual Prefeito perdeu a mão com a população e não consegue mais dar respostas", contou.

Almeida relatou que a sigla cresce mesmo diante de adversidades e poucos recursos e não se intimida com a suposta tradição de direita da cidade. "O povo já entende que ser de esquerda é colocar os bairros da periferia e da área rural no orçamento, é discutir com a população suas prioridades", completou.

Já para partidos como a UP, o motivo para um número reduzido de candidatos está ligado ao comprometimento. "Lançamos apenas dois candidatos, pois temos critérios ao contrário dos partidos tradicionais. Os nossos candidatos precisam ser militantes engajados com os movimentos do partido", esclareceu Marcelo Viola presidente da UP (Unidade Popular pelo Socialismo) em Mogi.

A UP não é nova só em Mogi mas em todo o país, o partido foi o último a obter registro no TSE e as eleições 2020 serão suas primeiras. "Para nós as eleições são um meio e não um fim. É a oportunidade que temos para falar sobre política com as pessoas pois estão mais abertas durante este período para o diálogo", relatou Viola, informando que o partido aposta no trabalho de base e na panfletagem para reverter o cenário da cidade.

*Texto supervisionado pelo editor.

PARTIDOS POR CANDIDATOS

PL 35
PSDB 35
PV 35
SOLIDARIEDADE 35
MDB 34
DEM 33
PSD 33
PODEMOS 32
PSB 32
PT 32
PTC 31
PC DO B 29
PSOL 29
PROS 26
PRTB 26
REPUBLICANOS 26
PSC 21
PDT 20
PSL 20
PATRIOTA 12
PP 3
AVANTE 2
UP 2
PCO 1

Deixe uma resposta

Comentários