Avaliações impressas podem ser feitas até 31 de outubro

Os alunos do 1º ao 5º ano das unidades municipais de Mogi das Cruzes, que ainda não conseguiram responder às avaliações de Língua Portuguesa e Matemática devido a problemas com a internet, têm até o final do mês para responder as provas em modelo impresso. O prazo para responder as provas na versão digital terminou no último domingo, com 74,5% de adesão e 80,8% de acertos.

As provas impressas são as mesmas disponibilizadas no formato online. A prorrogação vale apenas para os alunos que têm dificuldades com a conexão de internet e, portanto, ainda não conseguiram realizar a avaliação que está medindo o nível de aprendizado deles durante a pandemia de coronavírus (Covid-19).

O primeiro prazo para a realização das avaliações estava programado entre o dia 30 de setembro ao 3 deste mês. No entanto, com a adesão de 55,7% dos alunos, a Prefeitura havia prorrogado a avaliação até o domingo passado, quando cerca de 18,8 mil estudantes do 1º ao 5º ano responderam as provas."Após a prorrogação, alcançamos a adesão de 74,5% de alunos, do total 25.151 estudantes, que realizaram a prova por meio do sistema Simulados", comemorou a Secretaria Municipal de Educação, Juliana Guedes.

Os alunos que estão cursando o 1º ano recebem uma prova com dez questões e os estudantes do 2º ao 5º ano, um caderno com 12 questões. A organização para a realização da prova, como o tempo em que os alunos levam para respondê-la ou as questões que devem responder primeiro, é feita pela família de cada estudante.

Recomendação do MP

Os Comitês Gestores de Covid-19 e de Retomada Gradativa das Atividades Econômicas de Mogi se reunirão nos próximos dias para discutir a retomada ou suspensão das aulas presenciais. Até a tarde de ontem, a data da reunião ainda não havia sido estipulada pelo poder Executivo, que está analisando a recomendação do Ministério Público sobre a suspensão das atividades presenciais.

Segundo o prefeito Marcus Melo (PSDB), o documento está em análise pelas áreas técnicas da Prefeitura, que darão os respectivos pareceres. "É importante lembrar que as aulas presenciais estão suspensas até 6 de novembro e só serão retomadas quando for seguro para todos: alunos, profissionais da educação, familiares dos estudantes e demais integrantes da comunidade escolar", enfatizou.

Inicialmente, o impedimento do retorno das aulas iria até 7 de outubro, mas, devido aos resultados da testagem da Covid-19, realizada pelo poder Executivo aos alunos da rede pública, a suspensão foi mantida. Um nova testagem seria realizada entre essa e a próxima semana, no entanto, a Prefeitura afirmou ontem que ela não deve mais ocorrer.

Além disso, conforme já publicado pelo Grupo Mogi News, a recomendação do MP foi recebida pela Prefeitura de forma positiva e coerente, justamente por contribuir com os estudos da cidade. "Tudo vem sendo rigorosamente monitorado para que tomemos a decisão mais acertada e de menor potencial de risco", finalizou o prefeito.