Parques registram aumento no número de visitantes

No primeiro dia de ampliação no horário de funcionamento dos parques em Mogi das Cruzes, a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente registrou ontem um aumento no número de visitantes de 66% no Parque Leon Feffer e 38,3% no Parque Centenário na comparação com o registrado na segunda-feira passada.

Desde ontem, em conformidade com a fase verde do Plano São Paulo, os parques estão abertos das 6 às 18 horas. Até a semana passada, o funcionamento estava permitido das 7 às 15 horas. Os espaços estão com limitação de horário e de público desde sua reabertura em 20 de junho, após semanas de fechamento devido à pandemia de coronavírus (Covid-19) e seguem sem previsão para abertura nos finais de semana.

Ontem, o Parque Leon Feffer registrou a entrada de 93 pessoas, na segunda-feira da semana anterior o número foi de 56. O Centenário também contou com mais visitantes, na comparação, foram 758 pessoas durante o dia e 548 na semana passada. Ambos parques trabalham com limitação de público de 1,5 mil pessoas, simultaneamente, para cada uma das áreas de lazer.

"Essa é a terceira ampliação que fazemos, no começo liberamos a entrada do público das 7 às 13 horas, depois ampliamos até às 15 horas da tarde e agora permitimos a abertura até as 18 horas. As ampliações estão sendo realizadas com cautela e tomando todas as medidas sanitárias" explicou Daniel Teixeira de Lima, secretário municipal do Verde e Meio Ambiente.

A Prefeitura tem realizado a fiscalização diária dos espaços, aferindo a temperatura dos visitantes e evitando aglomerações. Desde a reabertura, o Parque Centenário já recebeu mais de 26,3 mil visitas e o Leon Feffer cerca de 3,6 mil.

De acordo com Lima, apesar do controle, ainda não há nenhuma previsão para abertura dos espaços nos finais de semana, como já ocorrerá em alguns parques da capital paulista. "Essas ampliações e levantamentos com números de visitantes diários nos servem de base para entendermos o comportamento do público e verificarmos a possibilidade de abertura nos sábados e domingos. Antes da pandemia registrávamos um número muito alto de visitas simultâneas nos finais de semana e por esse motivo precisamos estudar a situação em conjunto com o Comitê Gestor de Retomada e a Vigilância Sanitária", finalizou o secretário.

*Texto supervisionado pelo editor