Escola mogiana é finalista de competição do Estado

O aplicativo Mente Saudável, desenvolvido por professores da Escola Estadual Professora Adelaide Maria de Barros, de Mogi das Cruzes, foi finalista da maratona de programação Hackathon após uma competição com projetos de todo o Estado de São Paulo. A competição foi realizada nos dias 22 e 23 de outubro, de forma totalmente remota, com a participação de dez equipes com projetos de soluções tecnológicas para problemas identificados dentro das escolas estaduais durante a pandemia de Covid-19.

O aplicativo a partir de relatos de alunos aos professores sobre sintomas de doenças que surgiram ou se agravaram durante a quarentena, como a depressão e a ansiedade. De acordo com um dos criadores do aplicativo, o professor Fabiano Souza Palgrossi, no primeiro momento os alunos Flavio Henrique, Rute Gimenez, Luis Gustavo e Laysa de Sousa, orientados pelos professores, fizeram pesquisas sobre saúde mental e os sinais de alertas de estresse, ansiedade e depressão.

"Utilizamos o currículo do CONVIVA (Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar) e o site Escola Saudavelmente, daí foi desenvolvido um questionário com 32 perguntas graduadas em três graus de sofrimento. Cada pergunta tem três opções de resposta, as respostas também foram pontuadas por grau de sofrimento", detalhou o professor de Química e Física.

O resultado dos alunos mostrou que 55% dos que responderam o questionário ficaram no nível Verde (estável); 23% no nível Amarelo (alerta) e outros 22% no Vermelho (atenção).

"Destes alunos, os pais já foram contatados e orientados a procurar ajuda profissional. Inclusive, a escola fechou parceria com a Clínica Psicóloga da UMC (Universidade de Mogi das Cruzes), que presta este serviços gratuitos e os alunos já estão sendo atendidos", explicou o professor.

Outro docente que também esteve à frente da criação do aplicativo Mente Saudável, Deide Wander Novais Cortes, contou que os alunos têm gostado muito de atuar no desenvolvimento e utilizar o aplicativo. "Nossos alunos se entregaram de uma forma que conseguimos sair vitoriosos da maratona Hackathon. Eles gostaram muito de criar, utilizar o aplicativo e também de estar próximos aos profissionais de publicidade do Hackathon", disse.

O professor relembrou que o aplicativo Mente Saudável foi desenvolvido na plataforma gratuita APP Inventor/MIT e, por enquanto, não tem nenhum custo para ser baixado.

 

Deixe uma resposta

Comentários