Obras de duplicação em Itaquá iniciam no 1º semestre de 2021

Vice-governador explica alterações que serão feitas na via que liga Arujá a Itaquá
Vice-governador explica alterações que serão feitas na via que liga Arujá a Itaquá - FOTO: Divulgação/Governo de São Paulo
O governo do Estado deu o primeiro passo em direção às obras de duplicação da rodovia Alberto Hinoto (SP-56), popularmente conhecida como estrada Santa Isabel, que liga Itaquá a Arujá. Em visita a Itaquaquecetuba, ontem, o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) anunciou a publicação do edital para contratação da empresa que será responsável pelas obras. De acordo com o vice-governador, a estimativa é que a empresa responsável pela duplicação seja contratada no primeiro semestre de 2021 e as obras sejam executadas em 24 meses.

O evento contou com a participação do prefeito Mamoru Nakashima (sem partido), do deputado estadual André do Prado (PL), deputado federal Marcio Alvino (PL) e outras autoridades.

A publicação do edital é o primeiro passo para concretização do projeto de duplicação da rodovia. As obras são aguardadas há décadas para reduzir o congestionamento que os moradores vivem diariamente entre o km 30,7 e o km 40,1. O investimento previsto é de R$ 248 milhões e será realizado por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento. No projeto, além da duplicação, está incluída a construção de corredores exclusivos de ônibus e ciclovias.

A licitação da obra foi dividida em três lotes, ontem foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) os dois primeiros, o terceiro e último ainda está em processo de ajustes e a expectativa é que até o mês de dezembro seja publicado. Durante a solenidade para apresentação da publicação do edital, o vice-governador comemorou o investimento. "Venho aqui hoje celebrar esse primeiro passo que é a publicação desse edital de licitação. Quando fazemos uma obra de duplicação, nós pensamos na segurança, no conforto e na qualidade de vida das pessoas que usam a estrada", disse Garcia.

Mamoru agradeceu o trabalho de articulação dos deputados. "Já estávamos quase sem esperanças de ver essa obra sair, já são mais de 30 anos esperando e só quem passa aqui pela tarde conhece o caos que é no horário de pico. É uma obra muito bem vinda que vai beneficiar todas as cidades da região, inclusive a zona leste da capital, de onde muita gente costuma vir para cá", declarou.

Para André do Prado a publicação do edital foi uma conquista popular muito importante para região. "Nos conseguimos mais de 20 mil assinaturas, o povo assinou essa reivindicação e para mim é um imenso prazer participar desse anúncio. A demanda pela duplicação dessa rodovia é um sonho de 30 anos e esse investimento, além de gerar empregos e contribuir para o desenvolvimento de Itaquá e Arujá", comemorou.

O deputado federal Marcio Alvino, agradeceu pela sensibilidade do governo do Estado em entender a importância da obra para o desenvolvimento da região. "O Alto Tietê só tem a ganhar com essa obra", indicou.

Estimativa feita pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) indica que esse trecho da SP-56 registra em média 30 mil veículos por dia. A expectativa é de que a obra vai impactar na vida de 466 mil pessoas. 

Após deixar Itaquá, o democrata seguiu para Suzano onde participou da inauguração do novo pavimento das estrada da Duchen.

*Texto supervisionado pelo editor.

 

Deixe uma resposta

Comentários