Eleições 2020

Estamos muito próximos da eleição mais atípica das últimas décadas, quem sabe da nossa história. Uma eleição que teve todo seu calendário alterado em função da pandemia, assim como também foi profundamente alterada a sua dinâmica.

Mas, olhando para as redes sociais, é também possível perceber que muita gente está muito pouco informada sobre outras particularidades dessa eleição. Porque o número de candidatos saltou de 395 em 2016 para 584 em 2020, quantos votos o partido precisa ter para eleger cada vereador, o que é quociente eleitoral e como ficam as coligações são alguns exemplos de situações que ainda não estão muito claras para boa parte dos eleitores.

Esse aumento também está relacionado ao chamado quociente eleitoral, que é o número de votos que o partido precisa para eleger os representantes Como ele é calculado? Pega-se o número total de votos válidos (votos em candidatos e legendas excluindo-se os brancos e nulos) e divide pelo número de cadeiras (23 em Mogi). O resultado é o número de votos necessários para se eleger cada representante. Em 2016, o quociente eleitoral foi superior a 9 mil. Neste ano, esse quociente deve ser inferior aos 8 mil votos, pois deve aumentar muito as abstenções (principalmente dos idosos por conta da Covid-19) e também deve aumentar o número de votos brancos e nulos pelo desânimo com a política e, no caso de Mogi, pelos últimos acontecimentos envolvendo parte da Câmara.

Outro fator que deve chamar bastante a atenção na eleição de Mogi é o provável índice de renovação na Câmara. Dos 23 vereadores atuais, sete deles não devem concorrer ou vão disputar outro cargo. Além disso, os vereadores afastados e que estão sendo investigados naturalmente devem sofrer forte desgaste correndo o risco de não se reelegerem. E a contar pelo número de candidaturas fortes de mulheres é possível que tenhamos várias delas na câmara.

Como eu disse no início do artigo, estamos diante da eleição mais atípica das últimas décadas, quem sabe da nossa história, onde o universo virtual nunca foi tão real.