Saúde oferece check-up gratuito para os homens

A Secretaria de Estado da Saúde está ofertando gratuitamente exames para a detecção precoce do câncer de próstata e doenças cardiovasculares durante o Novembro Azul. A iniciativa, que faz parte do programa "Filho que Ama leva o Pai ao Ame", está presente em 25 Ambulatórios Médicos de Especialidades (AME) e oferece check-ups gratuito para homens a partir dos 50 anos de idade sem necessidade de encaminhamento médico. A expectativa é que mais de dois mil homens sejam atendidos pelo programa neste mês.

Os agendamentos podem ser feitos pelo próprio paciente por meio do telefone 0800 779 0000. O atendimento é dividido em dois sábados. No primeiro, o paciente passa pela consulta de enfermagem e realiza a coleta de exames laboratoriais, além de eletrocardiograma. No sábado seguinte, o paciente passa pelo retorno e é assistido por urologista e cardiologista para verificação dos resultados. Caso haja alguma anormalidade, é encaminhado para avaliações com os especialistas necessários para acompanhamento e tratamento.

"A detecção precoce permite a cura da doença em cerca de 90% dos casos, além de um tratamento com menos efeitos colaterais. É preciso que os homens vençam a barreira do preconceito e se conscientizem sobre a importância da realização dos exames", destacou o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

Os AMEs são unidades de alta resolutividade da Secretaria de Estado da Saúde, que oferecem consultas com especialistas, exames e, em algumas unidades, pequenas cirurgias em um só local.

Câncer de próstata

A próstata é uma glândula que o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. É um órgão pequeno e que está situado abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A próstata também é responsável por produção de parte do sêmen.

"O câncer de próstata é causado por alterações genéticas celulares que estão associadas ao envelhecimento masculino, fatores genéticos hereditários e, principalmente, em dieta rica em gordura", destacou o coordenador do Centro de Referência da Saúde do Homem - Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, Claudio Murta. Até agosto deste ano, o Estado de São Paulo registrou 4.751 internações por diagnóstico de câncer de próstata e 1.712 óbitos. Em 2019, foram 8.476 internações e 3.332 óbitos.

Deixe uma resposta

Comentários