Vacina experimental se prova 95% eficaz

Fornecimento das doses deve ocorrer nesse formato nas próximas três semanas
Fornecimento das doses deve ocorrer nesse formato nas próximas três semanas - FOTO: Agência Brasil/Divulgação
A vacina experimental contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer em parceria com a alemã BioNTech registrou 95% de eficácia nos resultados finais dos estudos e se mostrou segura. Na semana passada, as empresas haviam anunciado que a taxa de eficácia do potencial imunizante para o coronavírus havia sido de 90% nos resultados preliminares dos testes da fase 3.

A Pfizer também informou que planeja solicitar à Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) uma autorização de uso emergencial da vacina nos próximos dias, para que a distribuição começasse até o final de 2020. Segundo as farmacêuticas, os pesquisadores não encontraram nenhum problema sério de segurança na vacina. Um efeito colateral grave foi a fadiga, relatada por 3,8% dos indivíduos, de acordo com as empresas. Além disso, 2% dos indivíduos relataram dores de cabeça. (A.E)

Deixe uma resposta

Comentários