Mogi comemora a criação de vagas de emprego formais

Com base no último levantamento disponibilizado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Secretaria de Desenvolvimento Social de Mogi das Cruzes acredita que a geração de empregos deve continuar crescente nos próximos meses. Para o Executivo mogiano, este é um dos exemplos que comprovam a retomada econômica na cidade, após os meses mais críticos em decorrência da pandemia gerada pelo coronavírus (Covid-19).

Conforme divulgado na sexta-feira anterior pelo Mogi News, apesar dos 2.872 desligamentos em setembro, 3.497 novos trabalhadores foram empregados no município. Se contabilizado, ao final do mês o saldo positivo foi de 625, o mais alto dentre as cinco cidades mais populosas do Alto Tietê (Suzano, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá e Mogi).

Os números do Caged são positivos para a cidade e mostram que Mogi está se recuperando após a crise gerada pela pandemia, dentro do trabalho de retomada gradual da Economia, seguindo todos os protocolos sanitários para que esta retomada aconteça de forma segura e sustentável. "Com isso, a expectativa é de que a recuperação do emprego que vendo sendo mostrada possa continuar nos próximos meses", acrescentou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Simei Baldani.

Ainda de acordo com a Pasta, analisando os números, é importante verificar que o saldo é positivo de 663 contratações em praticamente todos os setores, com destaque para o setor de serviços ( 229 vagas), na indústria ( 175 vagas), construção ( 102 vagas) e comercio ( 89 vagas). Estes dados reforçam o otimismo para os próximos meses.

Desde o início da pandemia, a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social vêm trabalhando intensamente para manter os empregos na cidade e criar condições para que os mogianos tenham acesso a vagas e a renda. Dentro deste trabalho, foi elaborado o Plano de Retomada Econômica, que contemplou uma série de ações voltadas a estimular o desenvolvimento da cidade, a capacitação dos trabalhadores e a geração de empregos.

Alto Tietê

Em toda a região foram 2.023 vagas com carteira assinada criadas em todo o mês de setembro, informou o Caged. Em Suzano, por exemplo, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego afirmou que mesmo com o foco na saúde da população, o trabalho de retomada econômica tem sido realizado de maneira constante, estimulado a contratação no município.

"No acumulado de 2017 até setembro de 2020, Suzano é líder disparado na geração de emprego no Alto Tietê, com saldo positivo de 7.633 vagas criadas. Reafirmamos que a meta e os esforços seguem nesse sentido, assim como as políticas públicas municipais estão firmes nessa direção", pontuou a Prefeitura.