Mogi aplica 27 multas no final de semana

A Secretaria de Segurança de Mogi das Cruzes registrou no último final de semana 27 multas por desrespeito às restrições da pandemia de Covid-19, pancadões e desrespeito à Lei do Silêncio. Entre a última sexta-feira e domingo, a pasta recebeu 207 chamadas e efetuou 136 deslocamentos, sendo que em 61 deles houve multa ou paralisação.

Mogi realizou 43 orientações nos três dias, além de uma paralisação e outras 27 ocorrências não especificadas. Das 27 multas, dez foram por desrespeito às restrições da Covid-19/embaraço à fiscalização. Nove multas correspondem a realização de pancadões na cidade e outras oito por desrespeito à Lei do Silêncio.

As multas pelo desrespeito às restrições do novo coronavírus foram aplicadas no Parque Monte Líbano, Mogilar, Ponte Grande, Rodeio e Vila Partênio. Já as multas por pancadões, ocorreram nos bairros Ponte Grande, Mogilar, Parque Olímpico e Nova Mogilar. De acordo com a Secretaria Municipal de Segurança, as multas por descumprimento à Lei do Silêncio foram registradas no Parque Monte Líbano, Mogilar, Taiaçupeba, Parque São Martinho, Rodeio e no Vila Partênio.

Há duas semanas, entre os dias 23 ao 25 de outubro, Mogi registrou 19 multas a estabelecimentos comerciais, das quais oito foram a comerciantes que excederam o horário de funcionamento estipulado para a fase verde do Plano São Paulo e também infringiram a Lei do Silêncio.

O secretário municipal de Segurança, Paulo Roberto Madureira Sales, lamentou os episódios de aglomeração recorrentes no município e relembrou que ao realizar aglomerações, as pessoas estão gerando mais riscos aos próprios familiares.

Deixe uma resposta

Comentários