Ciclofaixa ligando o Socorro a Sabaúna começa a ser instalada

A Ciclofaixa de Lazer começa a ser instalada na próxima semana, garantiu o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida. Com mais de 12 quilômetros de extensão, o traçado previsto para ser utilizado com mais frequência aos finais de semana tem início no Socorro e segue até o distrito de Sabaúna, passando por Cezar de Souza. 

A previsão é que toda a infraestrutura da ciclofaixa seja implementada nos próximos 30 dias, quando o trajeto será liberado para uso. Aos domingos, funcionários da secretaria atuarão no ordenamento de pontos importantes do trajeto com o intuito de evitar acidentes. Para a segurança dos usuários do sistema, além das placas e da demarcação do solo, cones de sinalização serão colocados em áreas de maior risco.

Almeida explicou que não se trata de ciclovia, na qual o espaço entre os veículos e as bicicletas é segregado. Neste modelo, em dias especiais de menor movimento, o espaço entre os dois modais é compartilhado, deixando como fixa a demarcação do solo.

"Esse foi um estudo feito por nossa equipe de planejamento em parceria com várias pessoas que fazem o ciclismo de lazer na cidade. Eles aprovaram nosso projeto e agora vamos começar a implantar na próxima semana", explicou.

O trajeto tem início no cruzamento da avenida Vereador Narciso Yague Guimarães com a rua Antonio Vergaças, no bairro do Socorro. A ciclofaixa percorre um trecho da avenida João XXIII, vai para a rua Dr. Romulo Pasqualini e retorna para a avenida João XXIII. Após o contorno, o traçado continua pela rua Antonio Simões de Castro e novamente retorna à avenida João XXIII até chegar na avenida Nilo Marcato. Em seguida, o trajeto continua pela estrada de Sabaúna, até chegar ao distrito.

Para o gestor de redes de profissão e líder do coletivo de ciclistas BiciMogi, Jair Pedrosa, a criação da ciclofaixa é muito bem-vinda e atende uma antiga demanda da população. "Todo domingo tem muitos ciclistas nesta área. Estamos saudando com bastante alegria a chegada da ciclofaixa", disse.

Segundo o secretário Almeida, o percurso foi escolhido por apresentar maior segurança para os usuários, principalmente por margear diversos condomínios residenciais, o que, segundo ele, resulta em menor conflito entre os veículos e fluxo de ciclistas.

Na avenida Adhemar de Barros, no distrito de Braz Cubas, a ciclofaixa está sendo revitalizada, com nova pintura e rampas de acesso. O objetivo da administração municipal é dar mais espaço para o ciclista, permitindo que ele utilize as calçadas - que, segundo o secretário Almeida, são subtilizadas a partir do cruzamento com a avenida Conselheiro Nami Jafet - para se locomover.

Financiamento

Em planos mais distantes, o financiamento na ordem dos R$ 5,3 milhões para o Plano Cicloviário está em análise na Caixa Federal. A expectativa é que o projeto com mais de 30 quilômetros de ciclofaixas e ciclovias seja finalizado nos próximos quatro anos. O programa ainda conta com a instalação de bicicletários e paraciclos, outro dispositivo para estacionar as bicicletas.

Deixe uma resposta

Comentários