Merenda em Casa pagará mais R$ 4,3 mi à região

O governador João Doria (PSDB) anunciou na quinta-feira que o Estado manterá o programa Merenda em Casa nos meses de novembro e dezembro para 39,8 mil estudantes da região do Alto Tietê. Em todo o Estado são 770 mil alunos beneficiados. No total, o investimento será de
R$ 345 milhões até o fim do ano. Na região, para as dez cidades, o investimento será de R$ 4,37 milhões nestes dois meses.

A oitava parcela do subsídio foi paga nesta semana e a previsão é de que o benefício de dezembro seja transferido ao longo do mês. "O programa atende os estudantes mais carentes, aqueles que vivem, infelizmente, em situação de pobreza ou extrema pobreza e que recebem a oportunidade de fazer a sua merenda em suas casas", disse João Doria.

O Merenda em Casa foi implementado há oito meses para destinar aos estudantes de famílias mais vulneráveis o valor de R$ 55 por aluno para a compra de alimentos, durante o período de suspensão de aulas presenciais por conta da pandemia do coronavírus. Embora em parte do Estado as escolas já tenham retornado às atividades presenciais, o governo de São Paulo resolveu garantir o benefício até o fim do ano.

"Logo após a suspensão das aulas presenciais, olhamos para os estudantes que estavam na extrema pobreza, inscritos no Bolsa Família ou no Cadastro Único. Desde abril, os estudantes que mais precisam receberam este benefício de R$ 55, todos os meses", destacou o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares.

O repasse de R$ 55 é subsidiado integralmente pelo governo de São Paulo.

O PROGRAMA NA REGIAõ

Cidades Alunos beneficiados
Arujá 2.022
Biritiba 940
Ferraz 3.473
Guararema 987
Itaquá 9.799
Mogi 12.252
Salesópolis 486
Santa Isabel 1.127
Suzano 10.064

Deixe uma resposta

Comentários