Membros da ACMC falam sobre avanço do empreendedorismo

Moraes: 'Entidade influencia na vida empresarial e social'
Moraes: 'Entidade influencia na vida empresarial e social' - FOTO: Fotos: Divulgação/ACMC
Em novos depoimentos comemorativos aos 100 Anos da Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC), o vice-presidente Silvio José de Moraes e o tesoureiro Mohamad Issa compartilham as experiências e desafios do associativismo e fomento ao empreendedorismo na cidade. O centenário da entidade será comemorado no próximo dia 5, com a entrega de uma escultura na Praça Oswaldo Cruz.

Atual vice-presidente, Moraes tem uma história de mais de três décadas com a entidade, que coincide com o início das atividades da sua empresa em Mogi. Em 2012, o empresário assumiu a Diretoria de Eventos da Associação Comercial e lembra das campanhas para estimular as vendas do comércio nas principais datas comemorativas e da ExpoMogi, evento que celebra o aniversário da cidade e que, por várias edições, fomentou a atividade empresarial com pavilhões de negócios comandados pela ACMC.

"A Associação Comercial é uma instituição forte, que influencia a vida empresarial, social e cultural da cidade", disse Moraes.

Segundo tesoureiro da atual gestão, Mohamad Issa ingressou na entidade em 2011 e, desde então, participou de diversos projetos e ações. Um dos pontos marcantes foi o acompanhamento das obras de revitalização do centro. Com loja instalada na rua Cabo Diogo Oliver, o dirigente esteve na comissão criada pela ACMC para intermediar as tratativas entre a Prefeitura e o comércio.

"Na ACMC aprimorei, agreguei e enriqueci os conhecimentos sobre o comércio. Aqui sou um eterno aprendiz", relatou o empresário Issa.