Alto Tietê pede ajuda ao Estado para enfrentar o coronavírus

Pedido foi feito durante reunião virtual com o governador d Estado, João Doria
Pedido foi feito durante reunião virtual com o governador d Estado, João Doria - FOTO: Reprodução
Os prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) que participaram ontem de reunião com representantes do governo do Estado sobre medidas para intensificar o enfrentamento da pandemia de coronavírus (Covid-19) reivindicaram o aporte financeiro às prefeituras para ampliação da testagem e de leitos hospitalares.

No Estado, 62 cidades estão em atenção em decorrência da alta nas internações hospitalares e na ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Dessas, seis delas pertencem ao Alto Tietê - Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá e Suzano.

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), cobrou ajuda financeira do Estado para que os municípios possam ampliar a capacidade de atendimento hospitalar nas cidades, visto que os hospitais de campanha já foram desmontados e há necessidade de ampliar os leitos. O prefeito Ashiuchi solicitou, ainda, a destinação de leitos do Hospital das Clínicas de Suzano para pacientes Covid.

No Alto Tietê, a taxa de ocupação nos leitos de UTI está em 65% e, nos privados, em 75%. "Os municípios estão fazendo a sua parte, mas precisamos de um planejamento do Estado de ajuda financeira principalmente para a ampliação de leitos", disse o prefeito Ashiuchi.

Além da ampliação de leitos, os prefeitos também reivindicaram apoio em insumos e, principalmente, em testes, já que uma das recomendações do Estado para os municípios em estado de atenção é o aumento da testagem na população.

Na oportunidade, o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, reforçou que haverá apoio às cidades, principalmente no que diz respeito aos insumos e materiais. "Retroceder para a fase amarela do Plano São Paulo foi preciso para garantir menor circulação do vírus. Com o crescimento dos números, vamos inclusive retomar leitos exclusivos para tratamento da Covid-19. Todos os anúncios quanto as novas medidas serão feitas em breve", destacou.

Coronavac

Durante a abertura do encontro virtual, o governador João Doria (PSDB) apontou a reta final para a vacina Coronavac ser aprovada e imunizar a população do Estado de São Paulo. "Neste momento, técnicos da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estão em Pequim, na China, analisando os protocolos da vacina, que está sendo desenvolvida entre a Sinovac Life Science e o Instituto Butantan. Em São Paulo, concluímos a 3ª etapa do estudo clínico com 13,5 mil voluntários. Estamos confiantes com os resultados e aguardamos uma avaliação técnica por parte da Anvisa e, desta forma, começarmos a imunização o mais rápido possível", concluiu. 

 

SUZANO Já PROGRAMA MUDANçAS NA CIDADE

A Prefeitura de Suzano informou que, de acordo com a Secretaria de Assuntos Jurídicos, as regras e as medidas previstas para a fase 3 são as mesmas da primeira vez em que esta mesma situação e que teve duração de quase três meses, de 13 de julho a 9 de outubro. Suzano estava há 51 dias na fase 4 - verde.

Com a mudança, restaurantes, bares, lanchonetes e similares podem seguir com atendimento no local, mas agora com a capacidade máxima reduzida de 60% para 40%. O consumo nos próprios estabelecimentos continua liberado apenas em ambientes arejados ou ao ar livre, com obrigatoriedade da oferta de assentos. Os clientes também não podem consumir os alimentos em pé e não deve haver aglomeração.

Além disso, a reclassificação de Suzano fará com que os estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, inclusive salões de beleza, voltem a funcionar com 40% da capacidade - à exceção das academias de esportes e ginástica, para as quais foi definido o máximo de 30% e apenas aulas e atividades individuais - e por dez horas consecutivas. Demais protocolos de higiene foram reforçados, tanto para trabalhadores e consumidores: uso de máscara e "face shield" (colaboradores), distanciamento de dois metros entre as pessoas e limpeza constante das mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%.

Eventos, convenções, cinema, teatro e outras atividades que gerem aglomerações seguem vedados. O Parque Municipal Max Feffer segue aberto ao público, mas agora das 8 às 17 horas, mesmo horário de funcionamento do Viveiro Municipal Tomoe Uemura e PlayPet.

Shopping

A partir de hoje o Suzano Shopping terá alteração em seus horários. Com isso, as lojas passam a funcionar das 11 às 21 horas e a Praça de Alimentação do meio-dia às 22 horas. A Academia funcionará das 6 às 10 horas e das 16 às 22 horas; e o Poupatempo das 8 às 17 horas.

As normas de segurança permanecem, como limite de distanciamento, uso obrigatório de máscaras, oferta de álcool em gel, aferição de temperatura e outras medidas válidas para todo o shopping no combate à Covid-19.

Deixe uma resposta

Comentários