Morre, aos 82 anos, o banqueiro Joseph Safra

O banqueiro Joseph Safra morreu ontem, aos 82 anos. Sem fazer barulho, ele construiu um império bancário com presença em 25 países e mais de R$ 1 trilhão sob gestão. O ranking mais recente da revista Forbes apresenta Safra com um patrimônio de US$ 23,2 bilhões. Estava no topo da lista como homem mais rico do Brasil e como 63º do mundo. O sepultamento ocorreu ontem, no cemitério Butantã, na zona oeste de São Paulo, para parentes e amigos próximos.

Com mal de Parkinson, mesma doença que acometeu dois de seus irmãos, ele passou os últimos anos na Suíça, ao lado da mulher Vicky, com quem teve quatro filhos. Apesar de debilitado, ainda se mantinha presente no dia a dia dos negócios.

Joseph, conhecido entre os funcionários por "seu José", comandou o banco fundado por seu pai em 1955. Um concorrente já o definiu ao Financial Times como um banqueiro que só empresta para quem não precisa. Ele era mesmo um dos preferidos dos milionários.(E.C)