Natal: o verdadeiro significado para os cristãos evangélicos

Dezembro chegou e com ele a expectativa para o Natal. Em suma, muitos passam os meses impacientes querendo que essa data chegue por tudo o que ela envolve: presentes debaixo da árvore, luzes piscando nas janelas, cartões de Natal, jantares com a família e os amigos, meias penduradas na porta e por aí vai.

No entanto, para a comunidade evangélica, o Natal é muito mais do que uma simples data comercial. Além disso, é tempo também de renovação, alegria e estar em comunhão com a família, comemorando o nascimento de um homem que mudou a vida de todos nós.

O verdadeiro significado do Natal é o nascimento de Jesus Cristo, que veio à terra para nos dar a salvação eterna. Ao se tornar um homem, Deus mostrou que se preocupa conosco nos mínimos detalhes. O sacrifício de Jesus na cruz e sua ressurreição não teriam sido possíveis se ele não tivesse nascido como um homem.

A história do nascimento de Jesus é relatada na Bíblia Sagrada nos evangelhos de Mateus e Lucas. Esse foi um evento importante, porque marcou o início de nossa salvação e cumpriu várias profecias do Antigo Testamento sobre o nascimento do Salvador do mundo e sua vitória sobre satanás.

Apesar disso, não foi comprovado que Jesus nasceu no dia 25 de dezembro. Na realidade, não se sabe ao certo a data de Seu nascimento. Em suma, o dia 25 de dezembro é apenas uma data escolhida para lembrar esse acontecimento importante todos os anos.

Em síntese, Natal é alegria e comunhão, é esperança, é ter Jesus em nosso coração. Além disso, mais do que iguarias, festas em família e presentes, este dia só tem sentido quando celebramos tendo Jesus Cristo em nosso coração como Senhor e Salvador.

Deixe uma resposta

Comentários