Salário de Covas vai ter reajuste de 46%

Aumentos vão gerar um impacto de R$ 78 milhões
Aumentos vão gerar um impacto de R$ 78 milhões - FOTO: Rovena Rosa/Agência Brasil
A Câmara Municipal de São Paulo aprovou, em votação final, por 34 votos a favor, 17 contrários e 1 abstenção, o projeto de lei que dá um aumento salarial de 46% para o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), além de aumentos para o vice-prefeito e os secretários municipais. O projeto agora segue para a sanção do próprio Covas. O aumento valerá apenas para janeiro de 2022.

O projeto de lei que prevê o aumento havia sido aprovado em primeiro turno na última segunda-feira, em uma votação marcada por uma manobra conhecida como "cavalo" (quando um projeto de lei é usado para a aprovação de outro).

O salário de Covas passará de R$ 24.175,55 para R$ 35.462,00. O do vice, Ricardo Nunes (MDB), de R$ 21.700,00 para R$ 31 915,80 e o dos secretários muda de R$ 19.340,40 para R$ 30 142,70, uma variação de 55%. A Prefeitura enviou à Câmara um estudo afirmando que, em 2022, haverá um impacto de R$ 78 milhões ao orçamento da cidade.

Deixe uma resposta

Comentários