Alto Tietê confirma 11 óbitos por coronavírus em 24 horas

Os altos índices de contaminação por coronavírus (Covid-19) registrados nos últimos dias no Alto Tietê, e em demais regiões do Estado, começaram a refletir na quantidade de mortes. Até semana passada, a quantidade de óbitos pela doença girava em torno de duas ou três mortes diárias, sendo que em um dos dias a região não chegou a registrar nenhum falecimento em razão da doença, porém, ontem, o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, confirmou que 11 pessoas não resistiram às investidas da doença. As mortes ocorreram em Arujá, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Santa isabel e Suzano.

Itaquá, com cinco mortos confirmados, foi a cidade com maior número de registros. As vítimas, três mulheres e dois homens, tinham entre 29 e 87 anos. Em Mogi foram três óbitos confirmados, os moradores eram dois homens, de 65 e 72 anos, e um mulher, de 82. Arujá, Santa Isabel e Suzano confirmaram uma morte cada. Nas duas primeiras cidades as vítimas eram mulheres e tinham 82 e 86 anos, em Suzano um homem, 46, não resistiu ao avanço da doença. No total, a região registra 1.642 falecimentos por coronavírus

Mogi, com 477; Itaquá, com 335 e Suzano, 267, seguem como as cidades com mais confirmações de mortes por Covid-19.

São Paulo

Em todo Estado foram registrados, ontem, 42.290 óbitos e 1.250.590 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia, em março. Entre o total de casos diagnosticados de Covid-19, 1.120.492 pessoas estão recuperadas, sendo que 135.377 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

Entre as vítimas fatais estão 24.325 (57,5%) homens e 17.965 (42,5%) mulheres. Os óbitos permanecem concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,6% das mortes.

Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (10.927), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (9.972) e 80 e 89 anos (8.662). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (54), 10 a 19 anos (73), 20 a 29 anos (346), 30 a 39 anos (1.193), 40 a 49 anos (2.750), 50 a 59 anos (5.465) e maiores de 90 anos (2.848).

As taxas de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) são de 59,7% na Grande São Paulo e 52,7% no Estado. O número de pacientes internados é de 10.114, sendo 5.834 em Enfermaria e 4.280 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 11h30 de ontem.

Hoje, os 645 municípios têm pelo menos uma pessoa infectada, sendo 598 com um ou mais óbitos.