Mogi coleta 90% do esgoto produzido

Mogi das Cruzes coleta 90% do esgoto produzido, mas o tratamento só cobre 61% do total produzido na cidade. O município tem a meta de coletar 98% dos resíduos até 2026 e estender o serviço de saneamento para 70% no mesmo ano. Os dados foram são do Painel de Saneamento Básico do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE).

No G5 - cinco cidades mais populosas do Alto Tietê - a média de esgoto coletado é de 85,55% e o tratamento só alcança 64% do total.

Quando o assunto é tratamento de esgoto, Mogi só fica a frente de Itaquaquecetuba que tem o menor percentual do G5, tratando apenas 14% de seu esgoto. De acordo com o Painel, a cidade tem planos para ampliação dos serviços de saneamento e até 2026 a meta é coletar 98% e tratar até 70% dos dejetos.

O levantamento foi disponibilizado pelo TCE, que desenvolveu o Painel de Saneamento Básico já de olho no Novo Marco Regulatório do Saneamento Básico - sancionado em julho - que altera diversos aspectos da legislação e pretende incentivar investimentos no setor para a universalização da cobertura dos serviços de água e esgoto até 2033. Os números compilados pelo Tribunal são referentes ao segundo semestre de 2020.

Em Itaquá a coleta alcança 71,33% do esgoto produzido na cidade, porém o tratamento é um dos menores do Alto Tietê, de todo o esgoto coletado em Itaquá, apenas 14% é tratado para ser devolvido aos rios

Já em Suzano, o serviço de esgoto é responsável pela coleta de 77,45% do material produzido e o tratamento é um dos mais altos da região alcançando 70%. Ferraz de Vasconcelos coleta 91% de seu esgoto e cerca de 77% de todo esse material coletado é tratado.

Por fim, Poá é a cidade analisada com o maior percentual de coleta e o tratamento não fica atrás. Quase a totalidade do esgoto produzido na cidade é coletado (98%) e o tratamento quase consegue dar conta desse total, em Poá 98% do esgoto coletado é tratado.

Com exceção de Mogi, que conta com o Semae, as demais cidades dependem da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) (L.K.)