Suzano coleta 77% do esgoto produzido

Suzano coleta 77,45% de seu esgoto, mas o tratamento só cobre 70% do total recolhido na cidade. O município tem um percentual de tratamento de dejetos acima de cidades vizinhas mais populosas, como Itaquaquecetuba e Mogi das Cruzes, mas perde para Poá e Ferraz de Vasconcelos. Os dados foram divulgados pelo Painel de Saneamento Básico do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE).

No G5 - cinco cidades mais populosas do Alto Tietê - a média de esgoto coletado é de 85,55% e o tratamento só alcança 64% do total.

O levantamento foi disponibilizado pelo TCE, que desenvolveu o Painel de Saneamento Básico já de olho no Novo Marco Regulatório do Saneamento Básico - sancionado em julho pela Presidência da República - que altera diversos aspectos da legislação e pretende incentivar investimentos no setor para a universalização da cobertura dos serviços de água e esgoto até 2033. Os números compilados pelo Tribunal são referentes ao segundo semestre de 2020.

Em Itaquaquecetuba a coleta alcança 71,33% do esgoto produzido na cidade, mas o tratamento é um dos menores do Alto Tietê: de todo o resíduo retirado das águas Itaquá, apenas 14% é tratado para ser devolvido aos rios.

Já em Mogi das Cruzes, cidade mais populosa do G5, o serviço de coleta de esgoto é responsável pela coleta de 90% do material produzido na cidade e o tratamento desse esgoto é de 61%, mediano se comparado com cidades menos populosas, como Ferraz de Vasconcelos, que coleta 91% de seu esgoto e cerca de 77% de todo esse material coletado é tratado pelo sistema responsável.

Por fim, Poá é a cidade analisada pela reportagem com o maior percentual de coleta de esgoto e o tratamento não fica atrás. Quase a totalidade do esgoto produzido na cidade é coletado (98%) e o tratamento quase consegue dar conta desse total, em Poá também 98% do esgoto coletado é tratado.

Com exceção de Mogi das Cruzes, que possui um sistema municipal de coleta de esgoto, as demais cidades dependem da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). (L.K.)