Inês cobra uma mulher na presidência

Inês Paz é uma das três vereadoras eleitas em Mogi
Inês Paz é uma das três vereadoras eleitas em Mogi - FOTO: Felipe Claro/Arquivo Mogi News
Nas eleições deste ano, três mulheres foram eleitas à Câmara Municipal, o triplo da atual legislatura. Além disso, o pleito também escolheu a primeira mulher ao Executivo, a vice-prefeita eleita, Priscila Yamagami (Pode).

Mesmo com tamanha mudança no cenário político de Mogi das Cruzes, no qual a participação feminina começa a ser mais presente, os bastidores da Câmara dão conta que Clodoaldo de Moraes (PL), Pedro Komura (PSDB) e Otto Rezende (PSD) são os mais cotados para assumir a presidência do Legislativo durante este mandato.

Contra a exclusividade de homens no comando da Casa de Leis, bem desenhada para o próximo mandato, a vereadora eleita Inês Paz (PSOL) cobrou que uma das três mulheres eleitas tivesse a oportunidade de assumir o posto mais alto do Legislativo nesta legislatura. Além dela, Maria Luiza Fernandes (SD), a Malu, e Fernanda Moreno (MDB) também representarão o público feminino no Legislativo da cidade.

A vereadora eleita Inês falou ontem sobre o cenário político municipal, citando o aumento no número de mulheres eleitas para a Câmara de Vereadores, e citou a necessidade de eleger a primeira mulher como presidenta da Casa de Leis.

"A mulher é a maioria da população. Ela vem ocupando espaço na sociedade e na política. Já passou da hora de elegermos uma mulher para presidenta da Câmara de Mogi das Cruzes", disse a vereadora. "Não é mais possível que aquele painel da entrada da Casa de Leis da cidade só tenha foto de homens. A realidade exige uma mulher vereadora para ser a próxima presidenta da Câmara de nossa cidade", completou a parlamentar.

Questionada se colocará seu nome à disposição para concorrer ao cargo, a vereadora eleita Inês disse que nesse momento apenas defende que uma vereadora se candidate ao posto. Ela também prometeu, juntamente com as outras parlamentares que estarão na próxima legislatura, "construir esse nome" para ter chances de vencer a eleição à presidência da Casa.

Outros nomes

A vereadora Fernanda Moreno destacou a importância das mulheres ocuparem os cargos de liderança, embora neste momento não tenha interesse no posto de presidente do Legislativo. "Vou traçar outras metas para o próximo mandato", completou Fernanda, que disse não ter sido procurada para opinar sobre assunto até o momento.

Malu Fernandes também afirmou não ter tido contato com Inês e destacou que os vereadores eleitos do movimento Vamos Ocupar a Cidade (VOC), da base do prefeito eleito Caio Cunha (Pode) já analisam as possibilidades e, em breve, lançarão uma carta-compromisso com critérios para a definição do voto. (F.A.)

Deixe uma resposta

Comentários