Alto Tietê confirma 3 mortes por Covid

Três mortes por coronavírus (Covid-19) foram registradas ontem no Alto Tietê, todas elas ocorreram em Mogi das Cruzes, informou na tarde de ontem o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) e a Prefeitura. As vítimas, uma mulher e dois homens, tinham 76, 55 e 80 anos, respectivamente. Com a atualização de ontem, Mogi chega a 504 falecimentos e a região, como um todo, soma 1.699 óbitos em razão da Covid-19.

Ao lado de Mogi, as cidades de Itaquaquecetuba, com 340 óbitos, e Suzano, com 277, são as que possuem mais mortes confirmadas pela doença. Juntos, os três municípios têm 1.121 mortes confirmadas, o que representa 65,9% de todos os falecimentos ocorrido nas dez cidades do Alto Tietê.

O Estado de São Paulo registrou ontem 43.661 óbitos e 1.316.371 casos confirmados do novo coronavírus. Entre o total de casos diagnosticados de Covid-19, 1.165.927 pessoas estão recuperadas, sendo que 141.322 foram internadas e tiveram alta hospitalar. As taxas de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) são de 64,3% na Grande São Paulo e 58% no Estado. O número de pacientes internados é de 10.394, sendo 5.998 em enfermaria e 4.396 em unidades de terapia intensiva, conforme dados das 10h10 de ontem.

Entre as vítimas fatais estão 25.104 (57,5%) homens e 18.557 (42,5%) mulheres. Os óbitos permanecem concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,7% das mortes.

Observando faixas etárias, pode se perceber que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (11.298), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (10.319) e 80 e 89 anos (8.961). Entre as demais faixas estão os: menores de 10 anos (54), 10 a 19 anos (75), 20 a 29 anos (351), 30 a 39 anos (1.229), 40 a 49 anos (2.824), 50 a 59 anos (5.612) e maiores de 90 anos (2.938).