Homens representam 52% das mortes por Covid-19 em Suzano

A quantidade de homens que faleceram em decorrência do coronavírus (Covid-19) nas cinco cidades mais populosas do Alto Tietê é superior aos óbitos de mulheres causados pela mesma doença. No entanto, mais indivíduos do sexo feminino contraem o vírus em Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Poá em relação aos do sexo masculino. O levantamento foi publicado recentemente pela Fundação Sistema Estadual Análise de Dados (Seade) e se refere aos números contabilizados até a última quinta-feira pelo governo do Estado.

Em Suzano, dos 269 mortos, 139 eram homens e 129, mulheres. Percentualmente, 48% dos falecimentos foram de mulheres, enquanto 52%, de homens. Já em relação aos casos de contaminação, os números esclarecem que a maior parte é por mulheres, sendo que das 6.799 confirmações, 53% (3.603) são por mulheres e 47% (3.195) por homens.

No município de Mogi, em que há mais de 500 óbitos pelo novo coronavírus, os dados da Fundação Seade evidenciaram que 59% das mortes ocorreram em homens e outros 41% em mulheres. Ou seja, de todos os falecimentos pela Covid-19, 295 eram homens e outros 205 eram mulheres. Por outro lado, das 10.489 confirmações de contágio desde o início da pandemia, em março, 54% foram por mulheres e 46% por homens o que significa que 5.664 confirmações da Covid-19 são em mulheres e 4.824 em homens.

Ainda de acordo com o relatório da Fundação Seade, em Ferraz, dos 149 óbitos, 57% foram em homens e 43% em mulheres. Já no que diz respeito às confirmações da doença, 57% dos 4.904 casos foram por mulheres e os 43% por homens. Assim como nestas três cidades, o mesmo ocorre em Poá, em que dos 123 óbitos, 64% eram homens e 36% mulheres. No entanto, dos 2.558 dos casos de infecção pelo vírus, 54% são mulheres e 46%, homens.

Por fim, a cidade de Itaquaquecetuba foi a única que apresentou empate entre homens e mulheres nos casos da doença, que atingiu as 5.073 confirmações na última quinta-feira. Na data, dos 327 óbitos, 58% eram homens e 42% mulheres.

Últimas 24 horas

Em relação as mortes ocorridas ontem pela Covid-19, o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) informou que seis pessoas foram a óbito. Assim como ocorreu com os dados de quinta-feira, todos os falecimentos aconteceram em Mogi. As vítimas eram quatro mulheres e dois homens, que tinham entre 86 e 45 anos.

Com a atualização de ontem, a região chega a 1.705 mortes consequência da enfermidade. Mogi, com 509; Itaquá, com 340, e Suzano, com 277 são os municípios com mais falecimentos registrados no Alto Tietê.

O Estado de São Paulo, desde o início da pandemia, já registrou 43.802 óbitos e 1.325.162 casos confirmados do novo coronavírus.

Entre o total de casos diagnosticados de Covid-19, 1.166.823 pessoas estão recuperadas, sendo que 141.952 foram internadas e tiveram alta hospitalar.