Dois parlamentares são ouvidos pela CP da Câmara

A Comissão Processante (CP) ouviu na tarde de ontem os parlamentares Carlos Evaristo (PSB) e Jean Lopes (PL) após a assessoria do vereador e presidente da CP, Caio Cunha (Podemos) entregar uma intimação aos legisladores. O vereador Diego de Amorim (MDB) também recebeu o documentos, mas pediu que à comissão para prestar depoimentos amanhã, às 19 horas.

A CP analisa a cassação dos seis vereadores envolvidos na Operação Legis Easy e iniciou a fase de oitivas ontem. Ainda foram entregues intimações aos vereadores Antônio Lino (PSD) e Chico Bezerra (PSB).

Não houve sucesso apenas na entrega pessoalmente ao vereador Mauro Araújo (MDB), que foi procurado em seu escritório pela manhã. Uma tentativa de entrega foi feita a um dos advogados presentes no local, que não aceitou receber o documento. A equipe retornou no período da tarde e novamente - agora com outro advogado - não houve recebimento do documento. A notificação foi enviada por WhatsApp para o vereador e seu procurador.

Ao todo foram realizadas 12 tentativas de intimação aos vereadores denunciados, em nove endereços diferentes, entre eles, domicílios dos denunciados e escritórios dos seus respectivos advogados, que são procuradores. Todos os vereadores denunciados foram devidamente notificados.

Agora, uma força-tarefa está sendo realizada para que cerca de 50 testemunhas e os seis vereadores envolvidos sejam ouvidos nos próximos dias. Para manter a segurança do local foram protocolados ofícios na Polícia Militar e Guarda Civil Municipal. Ainda, foi solicitada a presença da Procuradoria Jurídica.