Em coletiva, Cunha apresenta hoje o dirigente da Educação

Um dos anúncios mais esperados em relação aos nomes escolhidos pelo prefeito eleito Caio Cunha (Pode) para compor seu secretariado será divulgado hoje. A Pasta de Educação, da antiga desafeta de Cunha, a atual secretária Juliana Guedes, terá novo comando a partir de 2021. A secretaria é a que recebe uma das maiores fatias do orçamento do município. A estimativa para o ano que vem é de R$ 420,9 milhões.

O nome escolhido por meio de um processo eletivo feito pelo prefeito eleito e pela vice-prefeita, Priscila Yamagami (Pode), será apresentado hoje durante entrevista coletiva. Também é aguardado o anúncio de outro secretário, mas ainda sem a confirmação de qual Pasta será ocupada.

Além de Cunha que, obviamente, possui voz ativa na escolha do titular da Educação, quem também possui grande participação para a definição do nome ideal para a Pasta é a coprefeita Priscila. Segundo ela, um processo seletivo foi montado para escolher possíveis nomes para assumir o cargo, para que fosse definido um técnico para o cargo.

Segundo o prefeito eleito, o impasse criado com a secretária Juliana devido à necessidade de solução da situação com as creches subvencionadas foi resolvido.

Após ser criticada pelo prefeito eleito Caio Cunha por estar dificultando o processo de transição em sua área, a secretária municipal de Educação, Juliana Guedes, disse que a subvenção anual com as creches é dividida em 12 parcelas, de fevereiro a janeiro do ano seguinte, e que o novo termo para repasse da subvenção ocorre já na nova gestão, quando também será repassada a primeira parcela do termo referente a 2021. Segundo ela, a última parcela do termo em vigor deve ser repassada em janeiro.

De acordo com a secretária, durante a reunião de transição, ela explicou que já pretendia adiantar o procedimento para o pedido de subvenção das creches para o ano de 2021 e que já havia iniciado a juntada de documentos necessários.

Na coletiva da última quarta-feira, quando quatro novos secretários foram anunciados, Caio Cunha confirmou que a situação foi resolvida, que a secretária deixou os documentos organizados e que ele será responsável por assinar o contrato em fevereiro.

Anúncios

Desde sua eleição já foram anunciados os secretários de Desenvolvimento Econômico, Gabriel Bastianelli; Desenvolvimento Social (antiga Assistência Social), Celeste Xavier; Agricultura, Felipe Almeida; Segurança, André Ikari;  Assuntos Jurídicos, Sylvio Alckimin; Gabinete, Lucas Nóbrega Porto; Governo, Francisco Camargo; Planejamento e Urbanismo, Cláudio de Faria Rodrigues; e Saúde, Henrique Naufel.

Deixe uma resposta

Comentários