Passagens podem ser compradas com QR Code

Usuários do sistema de transporte sobre trilhos do Alto Tietê podem pagar a passagem no valor de R$ 4,40 em uma das estações das linhas 11-Coral ou 12-Safira, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que atendem a região, por meio do bilhete digital, que possui um QR Code. Para que isso possa ser feito, é preciso baixar o aplicativo TOP e vale para smartphones que operam com o sistema Android e IOS. A ideia, além de modernizar o sistema, é aposentar o uso do bilhete único.

Além do aplicativo TOP, o passageiro também poderá comprar o Bilhete Digital QR Code nas máquinas de autoatendimento (ATM), localizadas dentro das estações. O bilhete é então impresso para que a pessoa use nas catracas. Mesmo sem ter uma data de validade, no caso do Bilhete Digital QR Code impresso, a recomendação é de que ele seja utilizado em até 72 horas após a emissão para evitar que a impressão do código sofra danos. Para garantir o melhor uso na sua versão em impressa, também é recomendado que não o amasse, dobre, rasgue ou molhe, inclusive com álcool em gel, para evitar que o QR Code seja inutilizado, e que, após o uso, o papel seja descartado na lixeira.

Os Bilhetes Digitais QR Code poderão ser utilizados nas catracas sinalizadas e preparadas com a tecnologia, impresso ou digital direto da tela do celular, aproximando o código do leitor indicado. Neste período de transição, haverá a presença de profissionais identificados nas estações para auxiliar os usuários no uso das máquinas ATMs e oferecer suporte nos leitores instalados nas catracas. O atendimento também poderá ser feito pelo WhatsApp, pelo telefone 3888-2200, 24 horas por dia, todos os dias da semana.