GCM detém homem acusado de violência doméstica

A Guarda Civil Municipal (GCM) deteve na manhã de segunda-feira um homem acusado de violência doméstica contra a ex-companheira, na região central de Suzano. De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher fez a denúncia à corporação após ser agredida durante a madrugada e ameaçada de morte pela manhã, sendo que a vítima alega possuir uma medida cautelar expedida pela Justiça após a soltura do ex-companheiro há cerca de um mês. O homem já respondia por agressão e ameaça.

O caso aconteceu próximo à Estação Suzano, quando o homem armado com uma faca teria ameaçado a ex-companheira de morte. De acordo com a versão da mulher, as agressões se iniciaram na madrugada. Diante da grave ameaça, a vítima buscou contato com a GCM, que rapidamente encaminhou uma viatura.

Na ocasião, a Ronda Ostensiva Municipal (Romu) realizava fiscalização na área junto à Operação Natal Seguro. Ao ser acionada, a equipe atendeu ao chamado com o apoio da Patrulha Maria da Penha, que deteve o homem e encaminhou o caso à Delegacia da Mulher (DDM), para disposição da Justiça.

Embora a mulher ainda não fosse acompanhada pela Patrulha Maria da Penha, por meio de uma medida protetiva, a expectativa é de que a vítima passe a fazer parte do quadro de acompanhamento. De acordo com a comandante da GCM, Rosemary Caxito, a medida cautelar expedida após a soltura do ex-companheiro deve ser encaminhada à Patrulha.

"Esse é um trabalho conjunto. O monitoramento se dá por meio da emissão de medidas protetivas pelo Juizado da Violência Doméstica e Familiar. Cada caso segue um acompanhamento personalizado. A partir das medidas restritivas, impostas para cada sentença, é efetuada uma entrevista particular com a vítima para traçar um plano personalizado de acompanhamento, conforme a rotina da mulher", detalhou.

Vale reforçar a importância da divulgação e da visibilidade das ações de combate à violência doméstica, como fator preventivo. Atualmente, a Patrulha Maria da Penha é referência nacional. O programa recebeu o Selo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) de Práticas Inovadoras, em referência ao trabalho promovido na proteção das vítimas de violência doméstica e no combate à reincidência dos agressores.

As ações bem-sucedidas foram apresentadas na 13ª edição do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em João Pessoa, no ano passado. A Patrulha Maria da Penha de Suzano foi o primeiro programa municipal a ser premiado pelo órgão nacional.

Deixe uma resposta

Comentários