Posse de prefeitos e vereadores ocorre amanhã, com restrições

Comandado por Ashiuchi, Suzano aponta que ação é bem-vinda
Comandado por Ashiuchi, Suzano aponta que ação é bem-vinda - FOTO: Mogi News/Arquivo
Os prefeitos vitoriosos nas eleições municipais deste ano tomam posse amanhã com cerimônias reduzidas por conta da pandemia da Covid-19.

Em Mogi das Cruzes, por exemplo, o prefeito eleito Caio Cunha (Pode) toma posse em solenidade realizada na Câmara Municipal com a presença apenas dele, da vice, Priscila Yamagami (Pode), e dos 23 vereadores da próxima Legislatura.

O evento será bem diferente do que ocorre tradicionalmente a cada quatro anos, quando a cerimônia conta com a presença de familiares, amigos, representantes da sociedade civil organizada e cidadãos. Também estarão presentes cinco funcionários do Legislativo que auxiliarão no cerimonial - dois da copa, um do som, um de vigilância, um de fotografia - e o cinegrafista da TV Câmara.

Na região, apenas dois prefeitos se reelegeram: Vanderlon Oliveira Gomes (PL), em Salesópolis, e Rodrigo Ashiuchi (PL), de Suzano, que conseguiu uma das votações mais expressivas do Estado.

Assumem o cargo de prefeito amanhã, além de Cunha em Mogi; Luís Camargo (PSD), em Arujá; Carlos Alberto Taino Junior (PL), o Inho, em Biritiba Mirim; Priscila Gambale (PSD), em Ferraz de Vasconcelos; José Luiz Eroles Freire (PL), em Guararema; Eduardo Boigues (PP), em Itaquaquecetuba; Marcia Bin (PSDB), em Poá; e Carlos Chinchilla (PSL), em Santa Isabel.

Ainda não foi divulgado o formato do evento em todas as cidades, mas são esperadas cerimônias com presença reduzida de pessoas e protocolos sanitários, por conta da pandemia.

Em boa parte dos municípios da região, os secretários municipais que irão compor a próxima gestão já é conhecida. Em Itaquaquecetuba, por exemplo, o ex-jogador de futebol, Marcelinho Carioca, e o ex-comandante do 35º Batalhão da Polícia Militar, Anderson Caldeira, foram anunciados como secretários para Esporte e Lazer e Segurança Urbana, respectivamente. Em Mogi, Cunha também começará seu mandato faltando apenas alguns nomes, principalmente das duas Pastas que serão criadas após a posse.

Logo após a solenidade para a promulgação dos mandatos dos futuros prefeitos, as Câmaras realizam a primeira sessão do ano, na qual o ponto central é a escolha do presidente da Casa para o próximo exercício.

Conforme previsto no Regimento Interno das Casas, as sessões de instalação e de eleição da Mesa serão presididas pelo parlamentar mais votado nas eleições de 15 de novembro. Em Suzano, quem comandará os trabalhos é o vereador eleito Leandro Alves de Faria (PL), o Leandrinho; já em Mogi das Cruzes, o parlamentar eleito Marcelo Porfirio da Silva (PSDB), o Marcelo Braz do Sacolão, comandará a primeira sessão do ano.

Deixe uma resposta

Comentários