Santos e Palmeiras jogam na Vila brigando por vaga no G4

Santos e Palmeiras se enfrentam hoje, às 17 horas, na Vila Belmiro, em um clássico que pode colocar o vencedor no G4 do Campeonato Brasileiro e deixar o perdedor até dez pontos atrás do líder. A partida na Vila Belmiro reúne dois rivais com a mesma pontuação e em situação similar pela expectativa de, no meio de semana, iniciarem os confrontos pelas quartas de final da Copa Libertadores.

O time alvinegro encara na quarta-feira o Grêmio, em Porto Alegre; um dia antes, o Palmeiras enfrenta no Paraguai o Libertad. A proximidade com os jogos pelo torneio continental não levará os times a poupar jogadores. A tendência é as equipes levarem a campo o que têm de melhor, em um claro recado de que para os rivais uma derrota pode significar ver o título brasileiro mais distante.

Quem perder o clássico pode ver o líder, São Paulo, abrir dez pontos de diferença caso vença em casa o Sport, amanhã, no Morumbi. Portanto, a vitória é fundamental para não permitir tamanho distanciamento. O resultado positivo ainda valerá a presença no grupo dos quatro primeiros colocados.

Para o Santos, a cobrança para vencer é maior porque o time não ganhou clássicos nesta temporada. Foram seis partidas disputadas. Diante do Palmeiras, no primeiro turno, a equipe perdeu por 2 a 1, no Morumbi. "O jogo contra o Palmeiras é um clássico, um jogo grande, sem favorito. A gente espera uma partida muito brigada, disputada do início ao fim", disse o atacante Lucas Braga.

Uma preocupação santista é melhorar a defesa. O time sofreu gols nos quatro últimos compromissos. A grande aposta do técnico Cuca é na ótima fase de Marinho. O atacante tem 13 gols e é o vice-artilheiro do Brasileirão, atrás apenas de Thiago Galhardo, do Internacional.

O Palmeiras vem de uma sequência de 11 gols nas três últimas vitórias seguidas. O momento positivo tem apenas como baixa recente o caso confirmado de Covid-19 do técnico Abel Ferreira. Entre os jogadores, o volante Patrick de Paula machucou a coxa direita e também está fora.

O time tem um problema para montar justamente o setor de marcação no meio-campo, pois não há volantes à disposição para a partida. Danilo e Gabriel Menino estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e Ramires rescindiu o contrato recentemente. A grande aposta será o atacante Gabriel Veron. O jogador marcou duas vezes contra o Delfín, pela Libertadores, e foi elogiado pelo técnico.

Deixe uma resposta

Comentários