São Paulo luta contra o Grêmio por vaga na final

Fernando Diniz superou as pressões e chegou à liderança do Brasileirão
Fernando Diniz superou as pressões e chegou à liderança do Brasileirão - FOTO: Rubens Chiri/São Paulo
Em duelo dos técnicos mais longevos do país, Grêmio e São Paulo começam a decidir hoje, às 21h30, uma das vagas na final da Copa do Brasil. O jogo de ida será disputado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Será o embate entre o líder do Brasileirão e o rival gaúcho, que também vive grande momento na temporada.

Com grandes campanhas, cada treinador tenta mostrar na Copa do Brasil por que são os que estão atuando no mesmo clube há mais tempo. Renato está no Grêmio desde setembro de 2016, período quatro vezes maior do que o de Diniz no comando do São Paulo, desde setembro do ano passado.

Para Diniz, ter os dois técnicos com trabalhos mais longos na semifinal de um torneio não vai mudar a mentalidade dos dirigentes. "O Renato não está lá por ser longevo, está lá porque chegou e já ganhou a Copa do Brasil, depois a Libertadores e venceu os Estaduais. No São Paulo é um exemplo mais prático e assertivo do que o Grêmio", disse. 

O jogo em Porto Alegre ainda marcará o encontro entre os dois técnicos. O treinador do Grêmio comandou o hoje técnico do São Paulo no Fluminense, em 2002, e, desde então, eles mantêm amizade. Trocaram elogios antes da semifinal.

"Sempre nos demos bem, trabalhamos juntos no Fluminense, nos enfrentamos várias vezes e sempre mantivemos a amizade. Fico contente que ele esteja fazendo um grande trabalho no São Paulo, até pouco tempo atrás era mais dos treinadores que estavam desacreditados. Hoje está sendo reconhecido pelo seu trabalho", elogiou Renato.

Em campo, a expectativa no São Paulo é ter Luciano. Ele foi relacionado, apesar de estar voltando de uma lesão muscular na perna esquerda, sofrida contra o Corinthians, no último dia 13. Se não começar jogando hoje, seu provável substituto será Tchê Tchê, como aconteceu no fim de semana. Luciano é uma das principais referências do ataque são-paulino na temporada.

Do outro lado, Renato Gaúcho terá as baixas certas do volante Maicon e do zagueiro David Braz. Outros desfalques são Orejuela, Pinares, Luiz Fernando e Robinho. Em compensação, o treinador terá o reforço de Alisson, relacionado mesmo sem jogar há dois meses.

Deixe uma resposta

Comentários