Tempo curto

Dada as circunstâncias do momento em que as eleições municipais foram realizadas, em um momento ímpar em razão da pandemia de coronavírus (Covid-19), o vereador e prefeito eleito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha (Podemos), terá exatamente um mês para se inteirar dos assuntos da Prefeitura. Entre os temas estão os que envolvem ações voltadas ao combate ao vírus e informações sobre orçamento projetado e o consumado pelo poder Executivo.

Neste ano, os pleitos municipais ocorreram em 15 e 30 de novembro, primeiro e segundo turno, respectivamente, mas em épocas normais, a eleição em primeiro turno ocorre na semana do dia 3 de outubro, sendo assim, no pleito que é decidido na primeira etapa, o futuro governante tem quase três meses para se inteirar dos assuntos antes da posse. Na votação em segundo turno, que acontece próximo ao dia 15 de novembro, o tempo é menor, e é esse curto período que sete dos dez prefeitos eleitos no Alto Tietê têm para fazer a transição por causa das mudanças do calendário eleitoral. Na região, somente Vanderlon Gomes (PL), de Salesópolis, e Rodrigo Ashiuchi (PL), de Suzano, não se incluem nesta situação porque foram reeleitos.

O fato de Caio Cunha atuar como vereador o ajuda a conhecer os problemas e qualidades de Mogi, mas ao mesmo tempo, por se tratar de um parlamentar que atuou como oposição nos últimos anos, novas parcerias terão de ser firmadas em um curto espaço de tempo, para que a cidade não saia prejudicada.

Como será a atuação da maioria dos vereadores em relação ao novo prefeito? Essa é uma pergunta que não precisou ser feita pelo eleitor há muito tempo, já que o mesmo grupo político atuou na cidade por décadas e, quase sempre, o prefeito teve apoio da maioria dos parlamentares.

Será hora de conhecer Caio Cunha no poder da cidade, e o que ele pode fazer, de forma honesta, como pregou durante a campanha, para que as demandas dos cidadãos sejam atendidas. Momento de maturidade é o que se espera do novo prefeito; e de respeito ao novo chefe do Executivo, por parte dos vereadores.