Caio Cunha: juventude e renovação

O povo iniciou mudanças aos cargos políticos em todo o Brasil. As circunstâncias do passado recente influenciaram o início de um novo mundo político com surpresas nas eleições. É uma nova era chegando? É o que se espera. Os desafios para o prefeito são enormes: diminuição da arrecadação, crise implantada pela Covid-19, empresas que fecharam e continuam fechando e desemprego que provoca o efeito dominó.

Ao olhar pela cidade, se vê grande quantidade de imóveis para alugar e vender. O mercado continua evoluindo, mas alguns setores estão paralisados. Havendo competência para administrar, astúcia, moderação e desempenho nas funções políticas e apoio do Legislativo, será possível superar este ciclo de pessimismo, desconforto das famílias, medo e tantas desgraças. A sociedade por completa e os eleitores, tanto aqueles que nele votaram como os que não votaram, e quem não compareceu às urnas, devem se unir para apoiá-lo e fiscalizar oferecendo sugestões e também críticas construtivas. Mogi das Cruzes cidade de mais de 400 anos, com uma história maravilhosa, tem todas as condições para desenvolver turismo, trazer novas indústrias, além de atrair famílias de cidades vizinhas e da capital para aqui residirem. Waldemar Costa Filho sempre procurou colocar nos cargos de secretários técnicos. O prefeito eleito Caio Cunha nos parece que fará o mesmo, pelo que se vem divulgando.

É uma pessoa ousada. Mogi tem muitas realizações a serem feitas: continuar o tratamento de água e esgoto, asfaltar ruas para eliminar paralepípedos, melhorar cada vez mais a educação, saúde e segurança. Prezado prefeito Caio Cunha torcemos para que você realize um grande trabalho e não se envolva em escândalos como tem corrido em nossa pátria. Que Deus, em sua infinita bondade, o abençoe, inspire e eleve a sua consciência cada vez mais para ser exemplo de administração e orgulho para Mogi.