Premiação homenageia a música autoral mogiana

O I Prêmio História da Música Mogiana, idealizado pelo produtor cultural Paulo Betzler, irá homenagear dez artistas, bandas, duplas, trios de Mogi das Cruzes, que tenham trabalhos autorais e registrados em vinil, CD ou em plataformas digitais. Eles serão escolhidos por votação popular, que já está acontecendo e segue até o dia 24 de janeiro, pelo APP https://pollie.app/hcaco, divulgado nas redes sociais Facebook (@historiadamusicamogiana) e Instagram (@premiohmm). Ao todo, 44 trabalhos concorrem à premiação nos mais variados estilos musicais, da MPB ao Hip Hop (veja, abaixo, quadro completo de participantes).

O evento em homenagem a esses artistas será realizado no dia 29 de janeiro, às 20 horas, no Teatro Vasques, apenas para convidados, seguindo as normas de segurança sanitária praticadas durante a pandemia do Covid-19. Posteriormente, em fevereiro, em data ainda a ser definida, a premiação será transmitida ao grande público pelo Youtube e Facebook, já editada, como um evento virtual.

"A realização do I Prêmio História da Música Mogiana traz um aspecto singular na projeção e divulgação de obras realizadas em décadas de registros artísticos em Mogi, que sempre teve a característica de ser, reconhecidamente, um celeiro artístico. Essa premiação fecha um ciclo de oportunidade no alcance e mostra desses trabalhos artísticos, trazendo mais visibilidade para os artistas e suas obras" explica Betzler, que também é músico percussionista, compositor e arte-educador.

Lei Aldir Blanc

O I Prêmio História da Música Mogiana está sendo realizado com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo. Os dez vencedores da votação popular receberão um troféu-escultura confeccionado pelo renomado artista plástico mogiano Maurício Chaer e um incentivo financeiro de R$ 100 para cada um. 

"Nunca aconteceu em Mogi das Cruzes uma premiação aos seus artistas musicais, evento exclusivo e original para um seguimento tão importante para a relevância da cultura mogiana", completa o idealizador que, desde meados de março, com a pandemia, passou a fazer uma série de lives intituladas "História da Música Mogiana" com os cantores, compositores e intérpretes de Mogi pelo Facebook. As lives, na verdade, deram origem ao I Prêmio HMM.

I PRêMIO HISTóRIA DA MúSICA MOGIANA

Participantes
Acme Sam
Alex Constantino
Aline Chiaradia
Beto Bianchi
Bia Melo, Fernando Novais e Pedro Cirilo
Brenô
Carlos e André Melo
Carlos Eduardo Zappile Albertini
Celso Andrade
Dani Dias e Amanda Araújo
Daniel Sawaya
Daniel Trettel
Déo Miranda
DK Cinco
Enio Lobo
Evandro dos Reis e Tiago Nepomuceno
Formigão
Gui Cardoso
Henriette Fraissat
Henrique Abib
Jabuticaqui
Juliane Rodrigues
Léo Zerrah
Lívia Barros e Gustavo Lima
Maestro Niquinho
Marcos Favela
Paulo Henrique
Pedro Abib
Rabicho
Roque Martins
Rui Ponciano
Sandra Vianna
Sarah Key e Karen Santana
Serginho Machado
Seu Eurico
Thaís Naomi
Thiago Costa
Topsturvy
Ulisses Garcia
Valeria Custódio
Waldir Vera
William Souza e Jonas (Avulsos S/A)
Xê Casanova

 

Obras
De Onde Eu Venho
Segredo
Estreitos Nós
Sambatronic
Supernova
Alvorada
Big Charles
Gaó – Bem Mogiano
Brisa
Amaranto
Sentido da Luz
Final de Outono
Poesia Dura
Ao Vivo
De Cara
Matuto Baião
Vozes do Berimbau
Não Sei Pousar
Sons & Tons
Henrique Abib
Agô
Mnemosine
Todo Mundo Quer Amar
Carta na Manga
Uma Vida Dedicada a Música
Um Recado
Caipirerê
Reviravolta
Levando Um Samba
Sete Paus
Pico do Urubu
Original
As Lavadeiras
Um Cancioneiro Degustador de Palavras
80 Anos
Avessamente
Seu Silêncio
Bloco da Esquerda Festiva
Trindade
Púrpura
Em Casa
Sempre Enfrente
Caixa de Música

Deixe uma resposta

Comentários