Municípios reajustam o IPTU apenas pelo índice da inflação

As prefeituras do Alto Tietê se preparam para a cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2021. Em Mogi das Cruzes, Suzano, Ferraz de Vasconcelos e Poá o imposto não sofrerá aumento real, segundo informações dos Executivos, e o novo valor estará dentro da recomposição inflacionária anual. Na maioria das cidades, o vencimento da primeira parcela está marcado para o mês de março.

Em Mogi, o primeiro decreto da nova gestão estabeleceu apenas a atualização de 3,92% no valor do IPTU para este exercício. Sobre o novo valor, a Prefeitura esclareceu que a alteração está dentro da legislação tributária em vigor. Ainda em campanha, o prefeito Caio Cunha (Pode) se comprometeu a não elevar o valor do tributo, apaziguando os ânimos mogianos em relação a uma grande ferida na cidade, que acabou sendo um dos temas da disputa eleitoral no ano passado.

Da mesma forma, a Prefeitura de Suzano também afirmou que não haverá aumento no IPTU de 2021, destacando que a diferença no valor do ano passado se deve à correção obrigatória por lei com base no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que foi de 3,92%. Segundo a Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças, serão entregues 122.670 carnês de cobrança do tributo pelos Correios a partir da primeira quinzena de fevereiro e o vencimento da primeira parcela ou da quota única ocorrerá em 15 de março. Os boletos e a segunda via também poderão ser obtidos de forma online no site da Prefeitura, explicou a Pasta por nota.

Poá confirmou que neste ano a cobrança na cidade também não deverá sofrer aumento real e, assim como os demais municípios citados, o IPTU receberá apenas o repasse inflacionário de 3,92%. Ainda de acordo com a Prefeitura, cerca de 34,5 mil contribuintes receberão o carnê do IPTU na cidade. Os boletos chegarão a partir do início de fevereiro, com a data de vencimento para pagamento parcelado ou à vista, no dia 20 de março.

A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos ainda não definiu um prazo para entrega dos carnês, informando que o processo de impressão do documento ainda está em andamento. Quando impressos, em torno de 45 mil ferrazenses deverão receber os boletos em casa, também apenas acrescido com o repasse inflacionário. O Executivo adiantou que os pagamentos poderão ser parcelados em até dez vezes, sempre com vencimento no dia 20 de cada mês.

A reportagem entrou em contato com Itaquaquecetuba, a quinta cidade que compõe o G5 - municípios mais populosos do Alto Tietê -, mas até o fechamento desta edição não obteve respostas sobre a cobrança do IPTU deste ano.

* Texto supervisionado pelo editor.

Deixe uma resposta

Comentários