Projeto de passarela ainda não tem resposta da CPTM

O projeto da Prefeitura de Suzano de ligar o centro da cidade ao Parque Maria Helena por meio de uma passarela permanece sem respostas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Proposto pela Secretaria de Planejamento Urbano e Habitação no início de 2020, a ligação entre o quadrilátero central à rua Marechal Deodoro sobre a linha férrea facilitaria o acesso dos moradores, evitando o deslocamento até a passarela disponível na Estação Suzano.

O impasse que se arrasta há anos para substituição da antiga passarela que havia no local continua sem o retorno da CPTM. A ausência do acesso chegou a reconfigurar os dois lados da linha férrea, o comércio das ruas adjacentes à antiga estrutura foi desertificado e os moradores do Parque Maria Helena, desde então, precisam se dirigir até a Estação Suzano para alcançar a única travessia local disponível aos pedestres.

Segundo o deputado estadual, Estevam Galvão (DEM), um dos empecilhos foi o alto valor de desapropriação para instalação da estrutura. "A desapropriação é de responsabilidade municipal, mas a administração alegou não ter condições financeiras de arcar com o item", disse.

A Prefeitura de Suzano confirmou que a primeira proposta da CPTM previa a desapropriação de duas áreas pela administração municipal. Em razão disso, o Executivo fez uma contraproposta, redesenhada pela Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação. "Nesta proposta está prevista uma menor oneração, visto que abrange a desapropriação de apenas uma área.

Deixe uma resposta

Comentários