Prazo para justificar ausência no 1° turno se encerra hoje

Quem não votou deve a justificativa à Justiça Eleitoral
Quem não votou deve a justificativa à Justiça Eleitoral - FOTO: Divulgação
O prazo para justificar a ausência no 1° turno das Eleições Municipais 2020 encerra hoje. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 88 mil eleitores em Mogi das Cruzes não compareceram às urnas no primeiro domingo de votações. Neste ano, em decorrência da pandemia do coronavírus (Covid-19), a justificativa poderá ser efetuada pelo aplicativo e-Título ou por meio do Sistema Justifica.

Cerca de 27% do eleitorado apto de Mogi deixou de votar no primeiro turno das eleições municipais na cidade em novembro do ano passado, aos que ainda não justificaram a abstenção, o prazo se encerra hoje. O eleitor que não justificar a ausência dentro do prazo estipulado terá que pagar multa de R$ 3,50 para regularizar a situação.

Segundo o TSE, ao todo, 88.855 eleitores não participaram da decisão eleitoral em Mogi, quase 1/3 do total apto pela Justiça Eleitoral a votar em 2020. Com 319.826 eleitores, Mogi possui o maior eleitorado do Alto Tietê, desse total, 230.971 (72,22%) participou do primeiro turno.

Devido a pandemia de Covid-19, o TSE disponibilizou aplicativo e-Título, compatível com Android e iOS, para o processo de justificativa. O procedimento também poderá ser realizado no site do Sistema Justifica, já para o eleitor que não tiver acesso à internet, a justificativa poderá ser efetuada em qualquer seção eleitoral.

A justificativa de ausência no segundo turno também precisa ser realizada para ficar em dia com a Justiça Eleitoral. Em Mogi o número de abstenções foi ainda maior na segunda etapa de decisão na cidade, 99.370 (31,07%) não participaram e terão até o próximo dia 28 de janeiro para realizar o procedimento.

Como o voto é obrigatório, não justificar implica em uma serie de consequências, e enquanto o eleitor estiver em débito com a Justiça Eleitoral ele não poderá prestar concursos públicos nem renovar matrícula em estabelecimento de ensino fiscalizados pelo governo além de outras restrições.

G5

Nas demais cidades que compõe o G5 - Cinco cidades mais populosas do Alto Tietê - os número de abstenções no 1° turno também foram altos. De acordo com o TSE, depois de Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba teve o maior número de não comparecimento às urnas no dia da votação, 57.005 deixaram de votar, cerca de 23,8% do eleitorado composto por 239.226 votantes.

Bem próximo dos números de Itaquá, Suzano registrou 52.005 abstenções; Ferraz de Vasconcelos vem em seguida com 30.912 ausências. Poá teve 23.117 abstenções.

* Texto supervisionado pelo editor

ABSTENçõES NO G5

1° Turno
Eleitores Aptos Comparecimento Abstenção
Mogi das Cruzes 319.826 230.971 (72,22%) 88.855 (27,78%)
Itaquaquecetuba 239.226 182.221 (76,17%) 57.005 (23,83%)
Suzano 217.959 165.954 (76,14%) 52.005 (23,86%)
Ferraz de Vasconcelos 130.570 99.658 (76,33%) 30.912 (23,67%)
Poá 93.853 70.736 (75,37%) 23.117 (24,63%)

Fonte: TSE

Deixe uma resposta

Comentários