Mogi aguarda Plano SP com 61,08% dos leitos ocupados

Na véspera de uma nova atualização do Plano São Paulo de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) por parte do governo do Estado de São Paulo, Mogi das Cruzes e as principais cidades da região do Alto Tietê aguardam o pronunciamento do governo do Estado com mais da metade dos seus leitos na rede pública ocupados por casos da doença.

A nova entrevista coletiva convocada pelo Palácio dos Bandeirantes acontece uma semana após o anúncio da 17ª fase do Plano São Paulo. Na ocasião, quatro regiões do Estado foram reclassificadas para a Fase 2 (laranja): Presidente Prudente, Marília, Sorocaba e Registro. Esta fase é a que está mais próxima do lockdown, devido à taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de enfermaria, que superaria a marca de 80%.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes informou ontem que o município conta com 203 leitos em sua rede pública, sendo 80 para UTI e 123 de enfermaria em seus três hospitais municipais. A cidade contabiliza 124 internações (sendo 69 de enfermaria e 55 de UTI), chegando a uma média de 61,08% de ocupação de leitos.

A Secretaria de Saúde de Suzano, por sua vez, informou que o município possui 32 leitos na rede pública, sendo 11 de UTI, 11 de suporte avançado com respirador e dez leitos de enfermaria. Até ontem, a taxa de ocupação estava em 65%. O município também informou que está sendo readaptado um espaço no Pronto-Socorro Adulto Municipal, localizado na Vila Figueira, com a expectativa de abrir cerca de 20 leitos de enfermaria e semi-intensivo.

A Prefeitura de Arujá informou que a rede municipal conta no total com 16 leitos, sendo dez no Pronto Atendimento Municipal (PAM) Parque Rodrigo Barreto, e seis leitos na enfermaria do Pronto Atendimento Central. Com 12 leitos ocupados, o município chegou a uma taxa de ocupação de 75%.

No entanto, a cidade de Santa Isabel é a que apresenta a maior taxa de ocupação entre os municípios consultados pela reportagem. De 15 leitos no total para Covid-19 (sendo dez para UTI e cinco para enfermaria), 12 estão ocupados, representando uma taxa de ocupação de 80% no município.

O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) informou que ao longo do dia de ontem foram realizadas diversas reuniões por teleconferência com prefeitos e técnicos da região para a definição de estratégias. No boletim diário divulgado no início da noite de ontem, o Condemat contabilizou 12 mortes nas últimas 24 horas (sendo oito em Guarulhos, duas em Mogi das Cruzes e duas em Suzano).

Questionada sobre as estratégias a serem adotadas pelo aumento nas internações na Região Metropolitana, a Secretaria de Estado da Saúde informou que "dialoga com todos os gestores e realiza análises técnicas para definição das estratégias assistenciais, sempre com base em monitoramento do cenário de pandemia", além de manter uma estratégia especial de gestão de leitos com suporte da Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde (Cross). O Estado afirma que a ocupação nos leitos é de 66%.

Deixe uma resposta

Comentários